Qual o problema com a África, deputado?
| Foto:

bertoldi

O deputado federal paranaense criticou o regime cubano no seu Facebook, depois da morte de Fidel Castro. Tem todo o direito. Mas na hora de dizer que o crescimento da ilha está emperrado, usou uma comparação de quem está mal informado.

Bertoldi disse, como se fosse um absurdo, que Cuba tem tido crescimento menor do que “PAÍSES AFRICANOS” (assim mesmo, em caixa alta), como Botsuana. É verdade, mas não pelo motivo que Bertoldi parece pensar – de que países africanos seriam um símbolo sempre de baixo crescimento.

Botsuana tem tido uma das maiores taxas de crescimento de PIB em todo o mundo. Em alguns anos recentes, teve taxas de crescimento acima de 8% ao ano. Coisa de economia chinesa. Só preconceito contra a África faz com que ficar atrás disso seja desonroso.

Se o deputado acessar este ranking, poderá descobrir que três das economias que mais cresceram em dez anos são africanas. A da Etiópia, com média de 10,2% ao ano, fica em terceiro lugar no planeta.

Bertoldi lembrou o ex-presidente Lula, ao desembarcar na Namíbia. Disse que a cidade era tão limpa que nem parecia que ele estava na África.

Siga o blog no Twitter.

Curta a página do Caixa Zero no Facebook.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]