Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Requião vence batalha, mas ainda perde a guerra
| Foto:

Requião

Roberto Requião conseguiu a decisão judicial que queria e manteve seus aliados no comando do PMDB de Curitiba. Mas isso é muito pouco para quem pretende disputar o governo do estado no ano que vem. Para isso, o senador precisaria reconquistar o diretório estadual, e não há tempo para isso.

A eleição no diretório municipal pode ser importante mais para frente, na eleição de 2016. Ou mesmo para que Requião mantenha algum poder dentro do partido e não se veja totalmente isolado das decisões centrais da sigla no estado.

Mas a decisão sobre 2014 continua nas mãos dos inimigos do senador. Stephanes Jr., Pessuti e Serraglio ainda seguem tranquilos na direção do partido no estado, que não sofre nenhum tipo de contestação judicial. Requião, por enquanto, ganhou a primeira batalha. Mas está perdendo feio a guerra.

Siga o blog no Twitter.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]