i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?

Caixa Zero

Ver perfil

Yared diz que segue candidata ao Senado e que aposta em “voto feminino”

  • PorRogerio Galindo
  • 23/04/2018 11:44
Foto: Aniele Nascimento/Gazeta do Povo.
Foto: Aniele Nascimento/Gazeta do Povo.| Foto:

Correu nesta semana o boato de que a deputada federal Christiane Yared estaria sendo pressionada a desistir de sua candidatura ao Senado. O partido queria que ela fosse para a reeleição, já que teria uma eleição tranquila – e são as cadeiras na Câmara que aumentam tempo de tevê e dão acesso ao fundo partidário.

No entanto, Yared garantiu ao blog, neste fim de semana, que até agora não foi procurada por ninguém do PR. “Continuo fazendo o meu planejamento com o mesmo alvo, que é o Senado. Até agora, ninguém me procurou dizendo nada diferente”, afirmou.

Christiane, que foi a deputada mais votada do estado em 2014, pelo PTN, mudou para o PR no meio do mandato. No ano passado, anunciou sua intenção de se candidatar ao Senado. Provavelmente, sairia pela chapa de Ratinho Jr., do PSD.

Leia mais: Joaquim Barbosa pode ter Alvaro ou Marina como vice, diz Ducci

“Acho até que o partido prefere que eu vá para o Senado. E eu vou manter minha decisão, a não ser que o partido realmente não queira”, afirmou.

Christiane disse saber que a eleição é difícil. Mas acha que pode contar com o “segundo voto” de muitos eleitores e com o voto feminino. “As mulheres são mais preocupadas com as questões em que eu mais atuo, como crimes de trânsito e saúde”, disse.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.