i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?

CEO em apuros

Foto de perfil de CEO em apuros
Ver perfil

As alegrias e apuros enfrentados pelos CEOs no dia a dia.

Em apuros mas na direção certa!

8 dicas para formar um time de líderes para vencer

  • Por Itamir Viola
  • [09/06/2020] [14:34]
8 dicas para formar um time de líderes para vencer
| Foto: @rafa.camargo3110 @camarkkk rafacamargo.com.br

Para um CEO que se propõe a ganhar o jogo, a principal estratégia começa com a seleção e formação do time de líderes. E é aqui que começa a morte ou o sucesso da maioria das empresas. Essa ação é a principal norteadora do sucesso.

Você já deve ter visto muitas empresas, mesmo em um mercado concorrido e maduro, avançarem e se tornarem empresas de sucesso. Obviamente que por trás desse sucesso e de embalagens marqueteiras terá com certeza um time de lideranças diferenciado.

Bem, você já viu time de perna de pau ganhar campeonato? Somente se os competidores forem mais perna de pau ainda. E isso não acontece na vida real dos mercados, esqueça isso. Sorte não é algo que um CEO que preze pela sua posição possa contar.

Vamos ao que interessa, seguem aqui as dicas que considero o roteiro para a solução do desafio acima:

Montando o time de líderes

Encontre as pessoas certas

Invista o seu próprio tempo, energia, dinheiro e “feeling” no processo de recrutamento e seleção de pessoas. Isso não se terceiriza e é atividade exclusiva do líder. Por “pessoas certas” não entenda “pessoas perfeitas”. Essas pessoas têm que ter objetivos e valores empresariais convergentes e principalmente clareza de onde se quer chegar.

Desenvolva as pessoas certas

A pessoa certa também precisa ser desenvolvida para o lugar certo que deve ocupar. Pessoa certa no lugar certo é de fato uma combinação decisiva. Desenvolvê-las é uma tarefa diária. Capacitação e treinamento podem ser delegados, podem estar em escolas, programas, livros e cursos.

Tenha coragem de eliminar as pessoas erradas

Entenda por “pessoas erradas” aquelas que não compartilham dos valores da organização e do time. Aquelas que se recusam a se desenvolver e a se comprometer com a empresa. O pior que se pode fazer pela sua equipe é manter estas pessoas erradas por perto. Elas corroem os valores da organização.

Agora que você já está com o time de líderes para a sua organização

Desafie seus líderes

Os desafios motivam, amadurecem e extraem o melhor dos líderes. Desafiar constante e inteligentemente sua equipe faz com que seus líderes se desenvolvam. Desafios inteligentes fazem os líderes buscarem em si novas formas e novos patamares de resolução. Ideias criativas e inovadoras nascem a partir daí. Esse é o momento em que seus líderes são forçados a reinventar o negócio, os produtos, a atuação e eles mesmos. Como bônus, serão eternamente gratos por isso.

Avalie, reconheça e comemore com seus líderes

É imprescindível reconhecer a diferença de desempenho dos indivíduos de um time. Mais importante ainda é identificar as razões para um desempenho bom e ruim em diferentes líderes ou em seus diferentes momentos. Essa habilidade é uma arte e é com ela que se trabalha ora motivação, ora pressão, ora feedback e correção, ora desenvolvimento.

Reconhecimento é prova de atenção do CEO. Isso está ligado aos esforços, às entregas e também à falta delas. Ele é justo e claro ao recompensar e comemorar as conquistas do time. As comemorações são rituais importantes e marcos que personalizam os indivíduos e mostram que seus esforços valeram a pena.

Lidere pelo exemplo e forneça direcionamento ao seu time de líderes

Um CEO só pode ser respeitado e seguido quando ele vive o que diz e reflete o que prega. Liderar é também um exercício contínuo de autoconhecimento e autocontrole. Aquele que exerce uma posição de liderança (informal ou estabelecida) será sempre observado pela sua conduta.

No papel de bússola (CEO), dê um norte para a equipe. De forma simples e clara, transmita os objetivos da empresa e onde ela quer chegar, os caminhos e os meios, evitando dúvidas. E principalmente estabeleça as diretrizes para o cenário de cada líder, fazendo com que ele entenda seu papel no processo e principalmente monitore o andamento.

Questione e dê autonomia ao seu time de líderes

Um ambiente transparente e seguro permite a comunicação direta e aberta entre o CEO e seu time de líderes. Escutar é uma palavra-chave, denota interesse, abertura e abre as portas para a colaboração. As provocações e questionamentos estimulam, fazem com que você possa conhecer o time e, principalmente, engaja. Quem pergunta quer resposta, por isso, esteja preparado para ouvi-las. Perguntas e respostas apenas podem ser promovidas em ambientes confiáveis.

Seus líderes precisam de autonomia e espaço para assumir riscos (mais ou menos calculados dependendo do quão arrojada a empresa é, o cenário, o contexto e a cultura). Autonomia remove barreiras, agiliza e cria responsabilidades. Tenha uma equipe munida de informações e conhecimento em forma de processos e atitudes.

Cuide e respeite seu time de líderes

Saúde e bem-estar devem ser lemas do CEO para si e para seus líderes. Um ambiente saudável é promovido pelas pessoas que o integram. É possível ter uma atmosfera positiva apesar da competitividade diária. A diversidade deve ser aceita e estimulada.

Um time formado por pessoas diferentes, com características diversas, é sinônimo de complementaridade, desde que esteja presente um componente primordial: o respeito. Ao CEO e seu time de líderes, fica a tarefa de respeitar cada indivíduo em sua essência e, além do exemplo, cabe a ele a exigência de que esse é um assunto inegociável. 

Nos próximos artigos dessa coluna, vou trazer ferramentas para materializar tudo isso que explorei acima, além de exemplos de CEOs reconhecidíssimos pelo mercado. “Em apuros”, mas na direção certa. Ufa!

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]
Tudo sobre:

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.