i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?

Certas Palavras

Foto de perfil de Certas Palavras
Ver perfil

Jovens preferem livro impresso ao digital, mostra pesquisa

  • PorCélio Martins
  • 17/02/2016 09:01

Estudantes de universidades dos EUA, Japão, Alemanha e Eslováquia preferem livros impressos aos e-books, especialmente para leituras “mais sérias”. É o que constatou uma pesquisa realizada com 300 universitários desses países.

O levantamento buscou saber em que suporte preferem ler, incluindo livro impresso, celular, tablet, e-reader e computador. 92% elegeram o papel por conseguirem se concentrar mais no texto impresso do que nas versões digitais.

O resultado do estudo foi apresentado no livro “Words onscreen: The fate of reading in a digital world” (Palavras na tela: O destino da leitura num mundo digital, em tradução livre), da professora de Linguística da American University Naomi Baron.

A pesquisadora destaca que os estudantes disseram que se dispersam, são atraídos por outros estímulos e sentem os olhos cansados, dor de cabeça e outros desconfortos físicos ao ler por mais tempo num tablet ou computador.

O curioso é que, apesar da facilidade de ver na tela o percentual concluído do e-book, os leitores disseram que a experiência é totalmente diferente da que se tem ao sentir nas mãos quantas páginas já passaram e quantas ainda faltam.

Para a pesquisadora Naomi, “há um componente físico, tátil, cinestésico na leitura”.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.