i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?

Certas Palavras

Foto de perfil de Certas Palavras
Ver perfil
Impacto do coronavírus

Volta da economia brasileira ao nível pré-pandemia vai demorar, prevê FMI

  • Célio MartinsPor Célio Martins
  • 14/04/2020 17:55
Economia deve crescer em 2021, mas não recuperará a perda de 2020, projeta FMI.
Economia do Brasil deve crescer em 2021, mas não recuperará a perda de 2020, projeta FMI.| Foto: Reprodução/FMI

A projeção dos impactos da pandemia de coronavírus na economia brasileira feita pelo Fundo Monetário Internacional (FMI) é decepcionante para quem espera uma recuperação rápida do Produto Interno Bruto (PIB) do Brasil. Pelos cálculos da organização, o país vai crescer em 2021, mas não conseguirá recuperar a perda que ocorrerá em 2020.

De acordo com o FMI, o Brasil terá um recuo de 5,3% neste ano e, em 2021, o crescimento será de apenas 2,9%. A queda na economia brasileira agora em 2020 está na média da projetada para a América Latina e Caribe, de 5,2%. Mas para o próximo ano o crescimento brasileiro ficará abaixo da média dos países da região, estimado em 3,4%.

Entre os sul-americanos, a pior previsão do FMI é para a Venezuela, com redução de 15% do PIB neste ano e mais 5% em 2021. No lado menos ruim estão Paraguai e Colômbia, que deverão sofrer queda de 1% e 2,4%, respectivamente, neste ano. Para 2021 é projetado crescimento de 4% para a economia paraguaia e de 3,7% para a colombiana.

A estimativa de recuperação do PIB brasileiro no próximo ano também é inferior à prevista para a média mundial, com crescimento de 5,8%. A maioria dos países ricos, segundo o FMI, terá recuperação lenta. Os Estados Unidos, por exemplo, deverão crescer 4,7% em 2021, índice abaixo da queda de 5,9% prevista para este ano. O mesmo ocorrerá com o Japão, que deverá sofrer queda de 5,2% do PIB agora em 2020 e tem recuperação estimada para 2021 de apenas 3%.

Projeções para o PIB das principais economias sul-americanas

País                            2020            2021

Argentina                  -5.7              4.4

Bolívia                       -2.9              2.9

Brasil                          -5.3              2.9

Chile                           -4.5              5.3

Colômbia                  -2.4              3.7

Equador                    -6.3              3.9

Paraguai                    -1.0              4.0

Peru                           -4.5              5.2

Uruguai                     -3.0              5.0

Venezuela                 -15.0           -5.0

A queda no preço das commodities, na avalição do FMI, é um dos fatores que vão prejudicar a economia brasileira e de outros países da América Latina. De meados de janeiro ao final de março, os preços dos metais básicos caíram cerca de 15%, os preços do gás natural 38% e do petróleo cerca de 65%. A pandemia de coronavírus também reduziu a demanda por alguns produtos agrícolas, ponto forte da economia brasileira.

Os países em desenvolvimento da Ásia, de acordo com o FMI, vão impactar positivamente na recuperação da economia mundial no próximo ano. A China, segundo o fundo, além de ser um dos raros países que ficarão no azul neste ano (1,2% de crescimento), voltará com força em 2021, com previsão de crescer 9,2%. Para a Índia as projeções são inferiores que as atribuídas aos chineses, mas são positivas: crescimento de 1,9% agora em 2020 e de 7,4% no ano que vem.

Na zona do euro praticamente nenhum país, na avaliação do FMI, conseguirá voltar ao nível pré-crise do PIB até o final de 2021. A Itália, por exemplo, um dos países mais afetados pela pandemia, deverá perder 7,2% neste ano e recuperar somente 3,9% no próximo.

3 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 3 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.

  • V

    Victor H

    ± 0 minutos

    Projeções baseadas em que? Fazer projeção hoje em dia é a mesma coisa que tentar ler a mão de alguém e descobrir seu futuro. Só serve para assustar as pessoas.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • D

      DANIEL

      ± 0 minutos

      É só a primeira "estimativa"... Só para lembrar que nos próximos dias o pessoal que está em férias coletivas nas indústrias e no comércio retornarão sem saber se irão continuar empregados! Sem emprego, não haverá consumo; Sem consumo, não haverá emprego... E a espiral para o caos se instala!

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

      • H

        Havner Muniz Soares da Silva

        ± 3 horas

        É somente uma projeção, prezado Célio Martins, mas é desoladora. Espero, sinceramente, que o Paulo Guedes e sua equipe consigam reverter esse quadro de recessão mais rapidamente do que prevê o FMI.

        Denunciar abuso

        A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

        Qual é o problema nesse comentário?

        Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

        Confira os Termos de Uso

        Fim dos comentários.