i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?

Cinema em Casa

Ver perfil

Da série Tolices que Amamos: O Ataque dos Vermes Malditos

  • PorRafael Waltrick
  • 02/04/2014 10:33
Da série Tolices que Amamos: O Ataque dos Vermes Malditos
| Foto:

Pense em algum “monstro” do cinema que lhe causou espanto em algum momento da vida. Certamente muitos se lembrarão do tubarão gigante de Tubarão (Jaws, 1975), outros do alienígena caçador de Predador (Predator, 1987), muitos mais dos seres gosmentos da série Alien. Claro, temos também os monstros clássicos como Godzilla e o próprio King Kong.

Acuados pelos vermes malditos: Kevin Banco e Fred Ward encabeçam comédia de terror dos anos 1990.

Acuados pelos vermes malditos: Kevin Banco e Fred Ward encabeçam comédia de terror dos anos 1990.(Foto: Divulgação)

Mas se você, como eu, passou parte da infância ou adolescência em frente à TV, seja na Globo ou no SBT, será inevitável trazer à memória também os desajeitados comedores de terra (e seres humanos) de O Ataque dos Vermes Malditos (Tremors, 1990). O simpático filme B, vejam só, tem quase 25 anos, mas ainda pinta vez ou outra na televisão aberta — assim como suas sequências.

Pra começar, há de se reconhecer, pelo menos dessa vez, a inspirada tradução brasileira do título. Por que lançar algo com o nome sutil de “Tremores”, quando podemos escancarar que estamos falando aqui realmente de vermes malditos? Não só malditos, mas toscos mesmo, o que é parte do “charme” do filme. Os monstros são uma espécie de minhocas gigantes que se movem embaixo da terra e possuem uma mandíbula afiada, por onde saem tentáculos que capturam e arrastam suas presas. Inspirador, não?

Os

Os “agarróides” em ação: monstros caçam suas presas por meio das vibrações no solo. (Foto: Divulgação)

A trama se desenrola ao redor dos habitantes de uma pequena vila no meio do nada, que passam a ser caçados pelos vermes. Os protagonistas, vividos por Kevin Bacon e Fred Ward, assumem a dianteira e tentam se livrar dos monstros, enquanto penam para se manterem vivos. E ponto. Não há qualquer explicação sobre a origem dos bichos, não há dilemas morais a serem vividos pelos personagens, não há repercussões dramáticas. O Ataque dos Vermes Malditos é mesmo um autêntico filme B, que desvirtua uma fórmula já consagrada no gênero. Em vez de termos uma produção de terror que tem um ou outro momento cômico para aliviar a tensão, temos aqui uma comédia rasa que tem um ou outro momento de terror para manter a tensão.

Funciona, se estivermos dispostos a perder pouco mais de uma hora e meia de nossas vidas em uma bobagem que, queira ou não, é divertida. Os vermes malditos não assustam, mas arrancam algumas risadas. Os tentáculos parecem feitos de pano e o próprio visual do monstro não tem sentido algum — na verdade, você já deve ter visto algo parecido em um episódio de Changeman ou Power Rangers.  Há algumas cenas inspiradas, como quando o dono da mercearia — que é a cara do Sr. Miyagi de Karatê Kid — começa a cobrar para os caipiras da vila tirarem fotos com um dos tentáculos dos monstros, como recordação. Em outra ocasião, os protagonistas fogem dos vermes praticando “salto em vara” para pular de uma rocha à outra.

O verme maldito: bicho subterrâneo é um dos monstros mais toscos do cinema.

O verme maldito: bicho subterrâneo é um dos monstros mais toscos do cinema. (Foto: Divulgação)

A própria sequência final é incrivelmente tosca. Depois de ficar o filme inteiro fugindo dos vermes, Kevin Bacon simplesmente dá um pulinho pro lado para escapar do último bicho, que despenca em um desfiladeiro. O Ataque dos Vermes Malditos rendeu mais três sequências bem fraquinhas, aproveitando atores do primeiro filme, como Fred Ward e Michael Gross (Kevin Bacon não caiu nessa roubada).  O último filme, de 2004, é um prequel: mostra os antigos habitantes da vila, um grupo de mineradores, tendo que encarar os vermes no final do século 19. Aí, a bobagem já foi um pouco longe demais.

Para relembrar e dar algumas risadas, segue uma seleção de cenas deste “clássico” da Sessão da Tarde. Prepare-se para fortes emoções:





E aí, você também tem boas recordações de O Ataque dos Vermes Malditos? Ou esse é daqueles filmes para não assistir nem de brincadeira? Deixe seu comentário (ou escracho) aqui no blog!

**

Não deixe de seguir a página do Cinema em Casa no Facebook para acompanhar as atualizações do blog e receber notícias e curiosidades sobre filmes!

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.