Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Os dois concursos somam 250 vagas para quem tem nível superior em Direito. (Foto: Divulgação/Brigada Militar do Rio Grande do Sul)
Os dois concursos somam 250 vagas para quem tem nível superior em Direito. (Foto: Divulgação/Brigada Militar do Rio Grande do Sul)| Foto:

Estão abertos dois concursos para a Brigada Militar do Rio Grande do Sul: Polícia Ostensiva e Corpo de Bombeiros Militar. Ambos os editais exigem, entre outros requisitos legais, a formação de nível superior, idade máxima de 29 anos e, ainda, altura mínima de 1,65m para candidatos do sexo masculino e de 1,60m para candidatas do sexo feminino.

LEIA TAMBÉM: Concurso da Assembleia do RS abre vagas de nível médio e superior.

As inscrições de ambos editais serão recebidas entre os dias 1.º de fevereiro e 1.º de março de 2018 no site da Fundação LaSalle (acesse aqui), com taxa de participação de R$ 187,77. Os concursos contarão com provas objetivas e discursivas no dia 15 de abril de 2018, além de prova de títulos, exame de saúde, exame de capacitação física, exame psicológico e prova oral.

Brigada Militar – Polícia Ostensiva

De acordo com o edital de abertura, a seleção terá 200 vagas para o curso superior de Polícia Militar (CSPM), com duração de, no máximo, 2 anos. O curso funcionará em tempo integral, com regime de dedicação exclusiva e atividade extraclasse após as 18 horas, inclusive aos sábados, domingos e feriados. Durante o curso, o aluno-oficial fará jus a bolsa auxílio, indenização de fardamento, assistência à saúde, psicológica e odontológica. Após a conclusão do curso, o aluno-oficial, se aprovado, será declarado Capitão, ingressando no quadro de oficiais de estado maior, com remuneração de R$ 11.620,55 e demais vantagens, para uma jornada de 40 horas semanais.

Corpo de Bombeiros Militar

De acordo com o edital de abertura, a seleção terá 50 vagas para o curso superior de Bombeiro Militar (CSBM), com duração de no máximo 2 anos. O curso funcionará em tempo integral, com regime de dedicação exclusiva e atividade extraclasse após as 18 horas, inclusive aos sábados, domingos e feriados. Durante o curso, o aluno-oficial fará jus a bolsa auxílio, indenização de fardamento, assistência à saúde, psicológica e odontológica. Após a conclusão do curso, o aluno-oficial, se aprovado, será declarado Capitão, ingressando no quadro de oficiais de estado maior, com remuneração de R$ 11.620,55 e demais vantagens, para uma jornada de 40 horas semanais.

Deixe abaixo seus comentários e sugestões de assuntos que você gostaria de ver aqui no blog Concurseiros. Siga as páginas do Vida Financeira e Emprego e da blogueira Thais Nunes no Facebook.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]