Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
  • Ícone FelizÍcone InspiradoÍcone SurpresoÍcone IndiferenteÍcone TristeÍcone Indignado
A expectativa é que o edital seja publicado nas próximas semanas
A expectativa é que o edital seja publicado nas próximas semanas| Foto: Edemir Rodrigues

Está definida a organizadora do próximo concurso da Polícia Civil do Mato Grosso do Sul, edital que terá a oferta 236 vagas nos cargos de delegado de polícia (30), perito papiloscopista (42), agente de polícia científica (36), perito criminal (75) e perito médico-legista (53). Os cargos em disputa exigem habilitação (CNH) no mínimo na categoria B, idade máxima de 45 anos e nível superior em área específica ou em qualquer área de formação, dependendo da carreira escolhida.

VEJA TAMBÉM: Concurso da PCSP já tem organizadora definida

De acordo com extrato do contrato publicado na imprensa oficial, a organizadora do certame será a Fundação de Apoio à Pesquisa, ao Ensino e à Cultura - Fapec.

Reprodução do DOE de 18 de outubro de 2021
Reprodução do DOE de 18 de outubro de 2021

Conforme divulgamos aqui no blog, o edital para perito papiloscopista, agente de polícia científica, perito criminal e perito médico-legista foi autorizado em 03 de março deste ano. Este mesmo concurso já havia sido autorizado através do Decreto n.º 14.983 de 6 de abril de 2018, mas o certame não aconteceu para conter as despesas com pessoal em respeito aos limites definidos na Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF). Já para o cargo de delegado a autorização foi dada em 1º de junho.

Últimos concursos

O último edital para ingresso na carreira de delegado foi publicado pela Fundação de Apoio à Pesquisa ao Ensino e à Cultura de Mato Grosso do Sul (Fapems) em 8 de junho de 2017 (baixe aqui), com a oferta de 30 de vagas e remuneração mensal de R$ 14.978,26 (valores da época). Na ocasião, os candidatos foram avaliados através de prova objetiva com cem questões de múltipla escolha, prova discursiva, avaliação médico-odontológica, avaliação de aptidão física, avaliação psicológica, prova de títulos, investigação social, prova oral e, por fim, o Curso de Formação Policial, última etapa do concurso.

Para os demais cargos o último edital foi publicado pelo governo do estado em 30 de agosto de 2013 (acesse aqui) com a oferta de 256 vagas nos cargos de perito oficial forense, escrivão de polícia judiciária, investigador de polícia judiciária e perito papiloscopista. O ingresso na função de perito oficial forense exigiu a graduação em Engenharia Ambiental, Farmácia, Química, Engenharia Civil, Ciências Contábeis ou Ciências Biológicas. Já os cargos de escrivão de polícia judiciária, investigador de polícia judiciária e perito papiloscopista exigiram apenas o nível superior em qualquer área de formação. Os inscritos foram avaliados através de prova objetiva de múltipla escolha com oitenta questões de língua portuguesa, noções de direito, noções de informática (exceto para perito oficial forense) e conhecimentos específicos. Os classificados na prova escrita passaram por outras cinco etapas, todas sucessivas: prova de títulos, avaliação psicológica (exame psicotécnico), avaliação médico-odontológica, prova de aptidão física e investigação social, sendo a primeira (títulos) de caráter classificatório e as demais de caráter apenas eliminatório. Os candidatos aprovados nas seis etapas anteriores foram convocados para o Curso de Formação Policial, de caráter eliminatório e classificatório, sétima e última fase do concurso.

Veja os concursos com inscrições abertas em todo Brasil |

Deixe abaixo seus comentários e também acompanhe as principais notícias do blog Concurseiros no Facebook.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros

Máximo de 700 caracteres [0]