Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Embora o edital tenha sido publicado com apenas 2 vagas imediatas, atualmente há 129 cargos vagos no quadro funcional do TRT 15ª. (Foto: Divulgação/TRT 15ª Região)
Embora o edital tenha sido publicado com apenas 2 vagas imediatas, atualmente há 129 cargos vagos no quadro funcional do TRT 15ª. (Foto: Divulgação/TRT 15ª Região)| Foto:

Saiu o edital do Tribunal Regional do Trabalho da 15.ª Região, com sede em Campinas (SP) e jurisdição em 599 municípios paulistas, o que equivale a 95% do território do estado de São Paulo. De acordo com o edital de abertura, a seleção será para 2 vagas imediatas e formação de cadastro de reserva, nos cargos de Técnico (nível médio) e Analista Judiciário (nível superior).

LEIA TAMBÉM: TJ de Santa Catarina confirma concurso para 2018.

O concurso contará com vagas para os cargos de Analista Judiciário – Especialidade Oficial de Justiça Avaliador Federal (CR), Analista Judiciário da área Judiciária (CR), Analista Judiciário da área Administrativa (CR), Analista Judiciário – Especialidade Arquitetura (CR), Analista Judiciário – Especialidade História (CR), Analista Judiciário – Especialidade Medicina (01), Analista Judiciário – Especialidade Medicina em Psiquiatria (CR), Analista Judiciário – Especialidade Odontologia (CR), Analista Judiciário – Especialidade Psicologia (CR), Técnico Judiciário da área Administrativa (CR), Técnico Judiciário – Especialidade Segurança (CR) e Técnico Judiciário – Especialidade Enfermagem (01 vaga).

LEIA TAMBÉM: Quer morar em Minas Gerais? O estado oferece 19,9 mil vagas em concursos.

Todas as especialidades de analista tem remuneração básica inicial de R$ 11.006,83, com exceção da especialidade de Oficial de Justiça Avaliador Federal, que tem remuneração básica inicial de R$ 12.742,14. Os cargos de nível médio tem remuneração básica inicial de R$ 6.708,53, com exceção da especialidade Segurança, que tem remuneração básica inicial de R$ 7.766,18.

Inscrições e Provas

As inscrições serão recebidas entre os dias 14/03 e 04/04/2018 no site da Fundação Carlos Chagas, com taxa de participação de R$ 95 para os cargos de nível superior e R$ 80 para os cargos de nível médio.

Todos os candidatos farão prova escrita no dia 27 de maio de 2018. Haverá, ainda, prova prática de capacidade física para o cargo de Técnico na Especialidade Segurança.

Local das Atividades

Os nomeados poderão trabalhar nas cidades de Adamantina, Americana, Amparo, Andradina, Aparecida, Araçatuba, Araraquara, Araras, Assis, Atibaia, Avaré, Barretos, Batatais, Bauru, Bebedouro, Birigui, Botucatu, Bragança Paulista, Caçapava, Cajuru, Campinas, Campo Limpo Paulista, Capão Bonito, Capivari, Caraguatatuba, Catanduva, Cravinhos, Cruzeiro, Dracena, Fernandópolis, Franca, Garça, Guaratinguetá, Hortolândia, Indaiatuba, Itanhaém, Itapetininga, Itapeva, Itapira, Itápolis, Itararé, Itatiba, Itu, Ituverava, Jaboticabal, Jacareí, Jales, Jaú, José Bonifácio, Jundiaí, Leme, Lençóis Paulista, Limeira, Lins, Lorena, Marília, Matão, Mococa, Mogi-Guaçu, Mogi-Mirim, Olímpia, Orlândia, Ourinhos, Paulínia, Pederneiras, Penápolis, Piedade, Pindamonhangaba, Piracicaba, Pirassununga, Porto Ferreira, Presidente Prudente, Presidente Venceslau, Rancharia, Registro, Ribeirão Preto, Rio Claro, Salto, Santa Bárbara D’Oeste, Santa Cruz do Rio Pardo, São Carlos, São João da Boa Vista, São Joaquim da Barra, São José do Rio Pardo, São José do Rio Preto, São José dos Campos, São Roque, São Sebastião, Sertãozinho, Sorocaba, Sumaré, Tanabi, Taquaritinga, Tatuí, Taubaté, Teodoro Sampaio, Tietê, Tupã, Ubatuba e Votuporanga.

Sobre o TRT da 15ª Região

Campinas é a única cidade do Brasil que, não sendo capital de Estado, sedia órgão jurisdicional de segundo grau, considerados quaisquer dos ramos do Judiciário. Quando foi instalado em 5 de dezembro de 1986, havia sob a jurisdição deste regional apenas 38 juntas de conciliação e julgamento, denominação das antigas unidades de primeiro grau, as atuais varas do trabalho. Em pouco tempo, também, a Justiça Estadual deixou de exercer a jurisdição trabalhista, que, desde o início da década de 1990, passou a ser exclusivamente ministrada pela Justiça do Trabalho da 15ª Região, com indiscutível beneficio para os jurisdicionados. O TRT da 15.ª Região abrange hoje uma população superior a 21 milhões de pessoas, uma das maiores entre as 24 regiões em que está dividida a Justiça do Trabalho do país. São 153 varas do trabalho, além de 10 postos avançados do judiciário trabalhista e duas varas do trabalho itinerantes. Apenas a 2.ª região (São Paulo) possui mais unidades de 1.ª instância.

LEIA TAMBÉM: Concursos em 15 capitais somam mais de 3 mil vagas em disputa.

Deixe abaixo seus comentários e sugestões de assuntos que você gostaria de ver aqui no blog Concurseiros. Siga as páginas do Vida Financeira e Emprego e da blogueira Thais Nunes no Facebook.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]