i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?

Creça e apareça

Ver perfil

Fato ou inferência?

  • PorLaísa Weber Prust
  • 04/02/2016 19:30
Fato ou inferência?
| Foto:

No mundo do trabalho, quando não temos acesso a dados referentes às questões que nos afetam, como crises financeiras enfrentadas pelas organizações, possível redução de pessoal, fusões e aquisições e outras que potencialmente causam ansiedade, uma conversa a portas fechadas, reuniões prolongadas, fragmentos de diálogos ouvidos por acaso ou qualquer comportamento pouco usual,  podem iniciar um encadeamento de inferências coletivas que desgastam emocionalmente as equipes e tiram o foco do que realmente é importante: o trabalho em si.

A argumentação está baseada em raciocínios lógicos, corretos ou não. A partir dos dados que temos, fazemos inferências que nos são úteis para que possamos tomar as inúmeras decisões do dia a dia. Se vejo nuvens negras no céu, concluo que pode chover, pois já observei esse fenômeno anteriormente. Levo, então, meu guarda-chuva.  Logo, inferir significa chegar a alguma conclusão através de determinados dados.

Nem sempre inferimos de acordo com a realidade. Uma inferência incorreta é uma falácia, um viés do raciocínio humano bastante estudado pela psicologia cognitiva, a qual busca investigar os processos mentais que influenciam o comportamento. O termo falácia tem origem no latim fallere, cujo significado é iludir, trapacear, enganar. Falácias são argumentos cuja lógica não tem fundamento válido ou consistente e apesar de aparentemente verdadeiros, mostram-se falsos se testados.

Somos diariamente enganados por argumentos próprios ou alheios bastante persuasivos, carregados de conteúdo emocional e que muitas vezes são inconscientes, isto é, não são intencionalmente produzidos para enganar, não são voluntários. A essas falácias os filósofos denominam paralogismos. Quanto mais complexa a situação e menos dados estão disponíveis, mais falsas inferências podem ser produzidas. Por este motivo, sempre que possível, qualquer decisão que afete um grupo profissional deve ser comunicada o mais breve e o mais próximo possível da realidade. Inferências descartadas e com a ansiedade sob controle é possível voltar à rotina. Com essa política a organização ganha credibilidade, confiança e consequentemente produtividade.

A autora atua na área de RH do Marins Bertoldi advogados associados.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.