Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...

O engenheiro baiano criou o canal no YouTube em setembro de 2019 e em pouco mais de um ano e meio conquistou 425 mil seguidores e acumulou mais de 66,3 milhões de visualizações em seus vídeos. É hoje um influenciador digital de direita respeitado pelo público.

>> NOVIDADE: faça parte do canal de Vida e Cidadania no Telegram: https://t.me/joinchat/dnHqpcbNSdo3ZGNh

Entrevista com Kim Paim, o engenheiro que virou referência em análise política no YouTube publicando vídeos diários, de segunda a segunda, falando de tudo o que acontece no Brasil mesmo estando do outro lado do mundo. Kim mora na Austrália, está 13 horas à frente do horário de Brasília, mas tem os olhos fixos na política nacional.

Apesar da agenda cheia e da óbvia dificuldade de conciliar horários, aceitou de pronto participar desta live para trazer aos leitores da Gazeta do Povo sua visão de como foi o primeiro mês da CPI da Covid.

Kim Paim e a campanha pelo depoimento de Carlos Gabas

Entre os temas desta live estão as escolhas do presidente da CPI, Omar Aziz (PSD-AM), do vice-presidente Randolfe Rodrigues (Rede-AP) e do relator Renan Calheiros (MDB-AM); os depoimentos das primeiras quatro semanas de trabalho; as diferenças de abordagem de apoiadores e opositores do governo na hora de fazer perguntas aos depoentes.

A arrogância, o desrespeito, a falta de educação e o machismo de alguns senadores durante as sessões serve para quê, afinal? Como tem sido a atuação das diversas bancadas (oposição ao governo, independentes e apoiadores de Bolsonaro)? E como se saiu cada um dos interrogados, o que já se levantou até agora e o que está por vir?

São muitas as perguntas. Por que focaram tanto em vacinas e em remédios para tratamento de doentes logo após os primeiros sintomas em vez de investigar a falta de vagas em hospitais, a compra superfaturada de respiradores e de equipamentos de proteção?

Será que vão mesmo convocar os governadores já investigados pela polícia federal e pelo Ministério Público por suspeita de desvio de verbas da Saúde? Kim já deixou claro em seus vídeos que compactua com a visão do cidadão comum de que a CPI não passa de um circo político armado pela oposição para tentar derrubar o presidente Bolsonaro e não para investigar, de fato, as suspeitas de corrupção que pairam sobre alguns governadores e prefeitos.

O youtuber não apenas comenta fatos, mas instiga os seguidores a agir e tentar influenciar senadores. Ele é um dos que promovem campanhas nas redes sociais pedindo que a CPI convoque Carlos Gabas, ex-ministro da Previdência Social no governo Dilma Rousseff e atual secretário-geral do Consórcio Nordeste, responsável pela compra de 300 respiradores que nunca foram entregues e sequer foram reembolsados.

Isto sim deveria ser alvo de investigação de qualquer um realmente disposto a achar culpados pelas mortes na pandemia, afinal a falta de equipamentos, de atendimento e de remédios também mata. A entrevista, ao vivo, foi marcada para 19h desta segunda (31) a pedido do entrevistado, que já estará começando a primeira manhã do mês de junho lá na Austrália!

De quebra, Kim Paim comenta também os protestos organizados pela esquerda no último sábado (29), quando os maiores críticos de manifestações durante a pandemia foram para a rua protestar contra o presidente Bolsonaro. Muitos estavam sem máscara e, mesmo com a baixa adesão na maior parte das cidades, promoveram aglomeração ao menos em São Paulo, mostrando que, assim como na CPI, há muita hipocrisia no discurso "preocupados com a saúde".

Para assistir à entrevista basta se conectar à Gazeta do Povo às 19h ou acessar depois esta mesma coluna, publicada na editoria Vozes.

30 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]