Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...

Segunda Opinião estreia discutindo o tema que levou milhares de pessoas às ruas, neste domingo (1), feriado do Trabalho: "liberdade".

Ainda que parte da imprensa e os opositores do governo tenham tentado fazer parecer que as milhares de famílias que foram pacificamente para a rua eram meros bajuladores do presidente da República, Jair Bolsonaro, foi em defesa da liberdade que os brasileiros saíram de casa vestidos de verde e amarelo.

>> >> Faça parte do canal de Vida e Cidadania no Telegram

Neste espaço a ideia não é entrar na picuinha política, mas aprofundar o debate sobre o que está por trás desse conceito tão importante a ponto de ter sido incluído como garantia constitucional. Não nos furtaremos, porém, de analisar quem são os antidemocráticos que defendem a tirania de prisões arbitrárias e julgamentos por crime de "opinião".

Em pauta também as arbitrariedades cometidas por governadores, prefeitos, reitores, diretores de escolas e administradores de redes sociais nesses dois anos de pandemia. Algumas delas ainda estão em vigor, tolhendo a liberdade de trabalhadores e estudantes, mesmo após a realização de aglomerações de carnaval. Era ou não era para a população se indignar e ir para a rua?

No debate sobre "liberdade" os comentaristas também entram no assunto da liberdade de expressão no Twitter, finalmente resgatada após a compra da plataforma pelo bilionário sul-africano naturalizado americano Elon Musk.

Segunda Opinião, 1ª temporada

Segunda Opinião, como o próprio nome sugere, vai ao ar toda segunda-feira trazendo "opinião" para os assinantes e seguidores da Gazeta do Povo.

O quadro de comentaristas deste novo programa, que substitui o Hora do Strike, tem como comentaristas fixos, interagindo comigo, o poeta, escritor e jornalista, Adrilles Jorge, e a professora de Ética e Filosofia, Bruna Torlay. A cada episódio um comentarista convidado junta-se a nós para trazer sua visão sobre o tema abordado.

Neste primeiro episódio de Segunda Opinião, a advogada e influenciadora digital, Fabiana Barroso, estará no programa, dividindo seu conhecimento jurídico sobre as garantias de liberdade previstas na Constituição e que vêm sendo desrespeitadas por ministros do STF, governantes locais e funcionários públicos, especialmente em universidades.

Hora do Strike, como explicado anteriormente, estará de volta em breve, mas em carreira solo, em canal próprio no YouTube. Em breve teremos novidades.

Agradecemos aos assinantes da Gazeta do Povo, que viabilizam a produção de conteúdos como este. Caso ainda não seja assinante, considere entrar para a comunidade que patrocina um jornalismo único no Brasil, pautado por convicções que são as mesmas da maior parte dos brasileiros.

Para assinar, com preço promocional, acessa a página exclusiva do programa Segunda Opinião. Convide amigos e parentes para se juntar a nós.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]