i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?

Filipe Figueiredo

Foto de perfil de Filipe Figueiredo
Ver perfil

Explicações para os principais acontecimentos da política internacional

Bombas nucleares

Os cálculos frios por trás da bomba de Hiroshima

  • Por Filipe Figueiredo
  • [03/08/2020] [23:10]
Os cálculos frios por trás da bomba de Hiroshima
| Foto: AFP PHOTO / HIROSHIMA PEACE MEMORIAL MUSEUM

O próximo dia seis de agosto marca os setenta e cinco anos da primeira vez que uma arma nuclear foi utilizada em um conflito. Às oito horas e quinze minutos, horário local de Hiroshima, no Japão, o bombardeiro batizado Enola Gay, modelo B-29, soltou a bomba nomeada de Little Boy. Desde então, o uso das armas nucleares pelos EUA contra os japoneses está no cerne de diversos debates, muitos deles sensíveis, como o trauma social no Japão e as sequelas na população afetada pelo ataque.

Essas são, certamente, questões extremamente importantes. Cerca de 170 mil civis japoneses morreram nos ataques e outras dezenas de milhares sofrem com consequências até hoje. Radiação, queimaduras, chuva radioativa. Mais de meio milhão de pessoas foram reconhecidas como Hibakusha, pessoas afetadas pelos ataques. O Japão como um todo também precisou lidar com o trauma de ser o único povo, até hoje, vítima de um ataque nuclear e dessas sequelas.

Não é coincidência que o tema esteja tão presente na cultura japonesa contemporânea, como o famoso monstro Godzilla, concebido na década de 1950 originalmente como uma metáfora para as sequelas radioativas. Outro debate é sobre a validade dos alvos escolhidos, ambas cidades grandes e densamente povoadas, o que fica notável no altíssimo número de mortes civis, muito maior do que as mortes militares nos ataques. Ainda assim, é bom destacar, os alvos tinham importância militar.

Alvos militares

Hiroshima é um porto importante e centro logístico do exército japonês, para o trânsito de tropas entre as ilhas e o continente. Nagasaki, além de também ser um porto valioso, também era um centro fabril. Ao final das contas, por mais difícil que seja uma decisão como essa, e por mais moralmente discutível que ela seja, é importante ter-se em conta os cálculos frios que foram levados em consideração no processo decisório. Inclusive para uma crítica mais sustentável do uso das armas nucleares, se for o caso.

É interessante ter em mente que, após a rendição alemã, no início de maio de 1945, o Japão ainda não estava derrotado, embora sem chances de vitória. Sob controle japonês restavam as ilhas do arquipélago nacional, a península da Coreia e a região da Manchúria, administrada pelo Manchukuo, um estado-fantoche dos japoneses, com autonomia limitada. Era necessário derrotar o império japonês nesses dois territórios, mas como? Um caminho seria a invasão convencional das ilhas japonesas.

Por causa dos exemplos das batalhas anteriores, era calculado que a invasão das ilhas japonesas pelos aliados enfrentaria uma resistência fanática, tanto militar quanto civil, com ao menos meio milhão de mortes apenas do lado aliado. Nos dois meses da batalha de Okinawa, a maior operação anfíbia da História, foram cem mil mortos militares e outras cem mil mortes civis, um terço de toda a população da ilha. Os habitantes eram forçados, pelas armas ou pela ideologia, à resistência suicida e a destruição foi geral.

Como invadir as ilhas consideradas sagradas do Japão? Geograficamente favorecendo a defesa, lar do divinizado imperador e com uma população doutrinada para uma resistência fanática. A “solução” era a destruição pelo ar, iniciada em fevereiro, com o uso das bombas nucleares como um capítulo dessa campanha. Ao menos meio milhão de civis japoneses morreram nas campanhas de bombardeio, que usavam bombas incendiárias com efeito devastador nas construções de madeira japonesas.

EUA vs URSS

Além dos mortos, outros nove milhões ficaram de desabrigados. Fotos de Tóquio ou Shizuoka após esses ataques são tão chocantes quanto as imagens do pós-ataque nuclear. Esse foi o primeiro cálculo. Usar armas nucleares aceleraria um processo de rendição japonesa e causaria menos mortes do que uma possível invasão da ilha. Outros cálculos foram mais políticos. O cenário da Guerra Fria começava a se desenhar, e usar as armas nucleares tinha duplo propósito para a futura ordem mundial bipolar.

Primeiro, servia de demonstração tecnológica e bélica dos EUA para a URSS. O presidente dos EUA Truman avisou Stálin em Potsdam do uso de uma “nova arma”, mas a utilização na prática serviria para explicitar que, naquele momento, havia uma vantagem bélica do lado de Washington. Segundo, acelerar uma rendição japonesa evitaria uma eventual participação soviética na ocupação e na partição das ilhas japonesas, no modelo que aconteceu na Alemanha e acabou acontecendo na Coreia.

Isso é importante de ser frisado pois, ao contrário do que foi construído no imaginário popular, a URSS teve papel na rendição japonesa. Na Manchúria restava um grande e ainda intacto exército japonês, o Kwangtung, com quase um milhão de soldados. A geografia da região facilitava sua defesa, assim como a da península coreana, onde estavam as últimas indústrias bélicas japonesas ainda de pé. Era então um ótimo “último bastião” militar, além das ilhas.

O Japão esperava que, com uma defesa obstinada e fanática, conseguiria se aproveitar dessa situação e forçar uma paz negociada, sem a humilhação da rendição. Quando a URSS, após o acordo entre os três líderes das potências em Potsdam, direciona seus exércitos da Europa para a Ásia, e lança uma das maiores ofensivas militares da guerra, esse pensamento de “último bastião” do comando japonês cai por terra. Em dias, as forças militares japonesas na Manchúria são derrotadas.

Uma eventual ocupação soviética da Coreia permitiria, inclusive, que as ilhas japonesas fossem invadidas pelo oeste e pelo sul, dificultando a resistência. Não havia mais um caminho bélico para o Japão, somente a rendição e a consequente ocupação pelos EUA. As bombas nucleares tiveram papel importante nisso, por vezes inflacionado, por vezes diminuído. Tudo isso pode ser debatido de forma saudável. Somente não se pode prescindir de compreender a decisão naquele período.

17 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]
Tudo sobre:

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 17 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.

  • A

    Alan S

    ± 0 minutos

    Excelente, bem didático. É fato que o imperador só deu a rendição após a 2a bomba, porém ainda creio que uma 1a bomba de dissuasão na baía de Tóquio talvez tivesse o mesmo efeito sem tantas vítimas.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • A

    André R.

    ± 13 horas

    Sim, a liderança militar japonesa, descentes do pensamento samurai, foram os criminosos responsáveis pela bomba, e pelas atrocidades, pelos genocídios cometidas nas invasões da China. Bomba A foi solução.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • W

    Wellington Vasco

    ± 14 horas

    Excelente artigo!!! De forma clara e esclarecedora, um texto muito lúcido e esclarecedor. Parabéns!

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • M

    Matraca Trica

    ± 15 horas

    Remember Pearl Harbor foi a estrofe, gingle, frase, mais ouvida após 7 de dezembro de 1941.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • N

    Nelson Vidal Gomes

    ± 4 dias

    Um dos mais elucidativos artigos que já li sobre essa tragédia humana, que eu e muitos consideram a maior de toda a história da humanidade, e paradoxalmente, causada por uma das mais admiráveis nações de todos os tempos,sobretudo, pela liberdade e democracia que imperam em sua cultura política e social.Parabéns ao articulista!Que Deus nos ilumine a todos e um abraço fraterno em agnósticos e ateus!

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • G

    Gilberto Hey

    ± 5 dias

    Esclarecedor. Parabéns!

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • S

    Samanta M S

    ± 5 dias

    Sempre uma aula! Perfeito.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • P

    Paulo Roberto Silva

    ± 5 dias

    Os responsáveis por essas mortes podem ser encontrados na liderança japonesa da época, que insistiu em uma guerra na qual não tinham condições de vencer. A guerra terminou para os japoneses em junho de 1944, quando os americanos ocuparam as Marianas, colocando o Japão ao alcance de sua aviação com base em terra. Uma liderança responsável teria buscado a paz, poupando seu povo de sacrifícios inúteis. Não tiveram a grandeza para isso. Por incrível que pareça, as duas bombas "A" salvaram centenas de milhares de vidas japonesas, que teriam sido perdidas em uma invasão convencional do Japão.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • J

    J. MOACIR

    ± 5 dias

    Otimo artigo. A análise deve ser feita sobre a perpectiva de 1945 e não de 2020. Só os EUA estavam perdento 5.000 soldados/dia , o Japão 3 vezes mais.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • J

    Josmar José dos Santos Júnior

    ± 5 dias

    ...e continuo não lendo referência ao fato de que Hiroshima e Nagasaki foram portos coloniais portugueses e de maioria católica...

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • R

    Rodrigo Mendes Borges Monteiro

    ± 5 dias

    Ótimo artigo. Falta muita vezes esse tipo de análise equilibrada de fatos históricos.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • N

    Nm

    ± 5 dias

    Ótimo artigo. Perfeita a análise, como leitor inveterado da história da II Guerra Mundial, apreciei a matéria.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • M

    Mário Kume

    ± 5 dias

    Bomba de Hiroshima, Holocausto... jamais poderão ser esquecidos pela humanidade. Em escala bem menor esta pandemia já comprovou que o mundo nunca mudou em relação às tragedias mundiais, isto é o planeta está habitado por muitos genocidas que esquecem que tambem são, ou eram seres humanos...

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • T

    Teodoro

    ± 5 dias

    Perfeito. Gostaria de ver um "cálculo frio" da historia do Brasil em relação ao golpe de 1964. Se não for incomodo.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    3 Respostas
    • N

      Nelson Vidal Gomes

      ± 4 dias

      Tudo que você chama de golpe começou com o Presidente João Goulart abandonando o posto, de forma bem intencionada ,registre-se, mas começou assim o "golpe".Que Deus nos ilumine a todos um abraço fraterno em agnósticos e ateus!

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

    • M

      Maquiavel

      ± 4 dias

      Pela quantidade de comunistinhas que sobraram, foi péssimo a atuação dos militares

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

    • A

      Afonso Celso Frega Beraldi

      ± 5 dias

      O serviço ficou por menos da metade,,,,

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

Fim dos comentários.