i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?

Giro Sustentável

Foto de perfil de Giro Sustentável
Ver perfil
Giro Sustentável

A importância de vivenciar novas realidades para o empreendedorismo social

  • Por Giro Sustentável
  • 13/06/2019 14:22
A importância de vivenciar novas realidades para o empreendedorismo social
| Foto:

Por Instituto Legado

Jovens estão buscando tornar o mundo um lugar mais justo com iniciativas que podem se transformar num modelo de negócio. Assim nasce o empreendedorismo social: com a premissa de promover cidadania e solucionar vazios institucionais ou serviços básicos, como saúde, moradia, educação. Este estilo de negócio surge a partir da percepção de um gap local. E de onde surge esta nova mentalidade? Muitas vezes, desenvolvendo projetos baseados nas realidades vistas/vivenciadas por você mesmo, por meio de colegas e/ou junto à universidade, fator importante para formar talentos que já cheguem ao mercado com performance financeira e essa mindset de impacto.

É importante pararmos para refletir sobre vivenciar novas realidades, sejam elas locais e no exterior. Por exemplo, na cidade de Mumbai, na Índia, há uma região turística onde convivem pessoas de uma boa realidade financeira. Praia bonita, hotéis de luxo, belos palácios, lojas de grife nacionais e importadas. Porém, a 30 minutos de distância deste local podemos observar que, assim como todos os países, nem tudo é um mar de rosas. Há pessoas passando fome, poluição do ar e do mar e outros problemas estruturais. Pode-se observar que o mesmo também acontece em nossa realidade diária, onde há diversos contextos em regiões próximas.

Recentemente, um grupo de colombianos esteve em Curitiba para um programa voltado ao empreendedorismo em economias emergentes. Eles conheceram incríveis pontos turísticos e grandes organizações, mas voltaram para seu país de origem insistindo na ideia de que a cidade não tem pobreza. Isso nos traz a reflexão de que as diferentes realidades estão mais próximas do que costumamos imaginar e da importância de conhecermos, em contextos sociais, a cidade onde vivemos. É preciso compreender o mundo, os problemas e as soluções que nós ofertamos enquanto empreendedores sociais. Devemos entender os diferentes contextos culturais, isto não só enriquece você, mas também o seu negócio social atual ou futuro.

Sabe aquela primeira e nova experiência que te fez querer abrir um negócio de impacto social? Se a cada dia que passa temos novos aprendizados e ideias para possíveis soluções, imagine tendo uma imersão cultural em uma nova realidade para conhecer e sentir novas experiências. Junta-se, de fato, insumos para uma formação significativa e diferenciada. É aí que pode surgir uma reação à inovação: as possibilidades de se surpreender, de se adaptar ou de mudar de rumo. E esta imersão cultural pode ser realizada em pesquisas na internet, assistindo documentários, na sua faculdade com colegas estrangeiros, em comunidades de sua cidade, participando de programas de voluntariado; a cultura e sua diversidade está ao nosso redor.

Existe uma frase que diz: “Quando seu interior muda, seu exterior reage à mudança”, e é essa reação junto, ao propósito e conhecimento, que nos faz concretizar e, possivelmente, escalar nosso empreendimento. Nós, jovens empreendedores sociais, sonhadores, multiplicadores, devemos desbravar as mais diversas culturas para, assim, nos engajarmos. Com as trocas culturais adquirimos novos conhecimentos e horizontes que nos motivam ainda mais a fazer a diferença e nos trazem infinitas reflexões sobre a nossa própria cultura. Vamos juntos transformar?

*Artigo escrito por Rafael Florentino, graduando em Gestão de Processos pela ISAE/FGV e com extensão em empreendedorismo social nas economias emergentes em universidades da Índia e Colômbia. Sócio-COO da Trópico – Produtora audiovisual focada em causas sociais. O Instituto Legado é parceiro do Instituto GRPCOM no blog Giro Sustentável.

**Quer saber mais sobre cidadania, educação, cultura, responsabilidade social, sustentabilidade e terceiro setor? Acesse nosso site! Acompanhe o Instituto GRPCOM também no Facebook: InstitutoGrpcom, Twitter:@InstitutoGRPCOM e Instagram: instagram.com/institutogrpcom


Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.