i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?

Giro Sustentável

Foto de perfil de Giro Sustentável
Ver perfil
Frutos de um voluntário engajado

Associação Nariz Solidário

Prestes a completar cinco anos, a Nariz Solidário é reconhecida pela sua gestão de voluntariado, indo muito além da caracterização do palhaço.

    • 22/06/2020 10:20
    Voluntários do Nariz Solidário
    Voluntários do Nariz Solidário| Foto: Thais Porsch

    Desenvolver competências técnicas e humanas, prover uma visão sobre terceiro setor, saúde, palhaçaria, arte e bem-estar, além de tocar questões profundas do indivíduo. Essa é a base do processo seletivo e formativo de voluntários da Associação Nariz Solidário, que recebeu o 1º lugar na categoria Gestão de Voluntários do 1º Prêmio Impulso de Boas Práticas no Terceiro Setor, organizado pelo Programa Impulso, do Instituto GRPCOM, no fim de 2019.

    A partir da arte do palhaço, a Instituição se propõe a ser agente de transformação e humanização de pessoas e ambientes que necessitam de escuta, atenção, cuidados e empatia. Entre 2015 e 2019, cerca de 40 mil pessoas foram impactadas, por meio de 400 ações e 90 voluntários (40 ativos).

    Semanalmente, são feitas visitas a três hospitais da rede pública de Curitiba e Campo Largo. São desenvolvidos também treinamentos constantes de voluntariado, além de uma articulação ativa da rede de palhaçaria terapêutica e eventos de capacitação, oficinas, palestras e rodas de conversas promovidas pelos próprios voluntários.

    “Ser reconhecido no primeiro prêmio que participamos até o fim, como melhor Gestão de Voluntários, entre tantas iniciativas bacanas, é uma resposta do trabalho que temos realizado”, conta Eduardo Roosevelt, presidente e um dos fundadores da Associação. Ele explica que o desenvolvimento “inclusive, quebra o paradigma de que o voluntariado não tem qualidade ou responsabilidade”.

    Evento de premiação Programa Impulso, 2019. Foto: Ariane Amaral.
    Evento de premiação Programa Impulso, 2019. Foto: Ariane Amaral.

    A instituição é um lugar de transformação das conexões humanas, tanto para quem recebe, quanto para quem realiza as ações. E isso tem início desde seu processo seletivo e se confirma com os relatos dos voluntários, como o da Palhaça Pype ou Elenice Miller, quando descaracterizada. A Pedagoga, de 31 anos, atua há 15 anos com a palhaçaria e conta que nunca havia passado por transformações tão grandes e significativas como quando iniciou o processo seletivo na Nariz Solidário.

    “Inicialmente, pensava que era apenas uma seleção para o grupo, mas com as oficinas, atividades, reflexões e materiais propostos ao longo do processo, compreendi que antes de doar meu tempo, precisava cuidar de mim mesma. Aprendi a importância da identidade do palhaço, construção do nome, maquiagem e figurino que pudessem falar quem é, de fato, a Pype. E foi muito além, mexeu com minha vida pessoal, com um desbloqueio psicoemocional de um trauma de infância, que me permitiu engravidar e hoje espero a chegada da Ana Clara. No meu profissional, com uma carreira já consolidada na educação, as reflexões me levaram ao curso de Terapia Ocupacional. Sempre falo que a Nariz não forma palhaços, mas forma, transforma e prepara pessoas para a vida. O que se busca é levar amor onde há dor e carência de afeto, seja por meio de um sorriso, uma brincadeira ou  simplesmente um olhar, mas que naquele momento seja puro, verdadeiro e inteiro! Sou grata ao Nariz Solidário e toda sua equipe pois, graças ao processo hoje tenho resgatei o sentido da minha vida e tenho mais esperanças no mundo, nas pessoas e no que posso fazer para mudar ou conviver  e gerenciar o que não me faz bem!”.

    O grupo foi convidado em 2018, pela instituição Doutores da Alegria, a participar do mapeamento nacional da palhaçaria hospitalar. E hoje participa ativamente da articulação em rede, sendo referência no país, junto a outras iniciativas de renome e atuando nos Encontros anuais de ampliação do impacto e gerenciamento da área. Para saber mais, acesse www.narizsolidario.org.

    Sobre o Prêmio - Foram inscritas 256 práticas de 145 OSCs de todo o Paraná, divididas em 13 categorias. As Instituições que alcançaram nota acima de 7 foram certificadas como boas práticas e foram premiadas as que mais se destacaram em cada categoria.

    *Artigo escrito por Bruna Carvalho, comunicadora social e aprendiz do mundo. Acredita na força da empatia, do respeito, do humanitarismo e do terceiro setor para a transformação social do mundo. É produtora de conteúdo, colunista da Autossustentável e voluntária no 5C Centro Cultural,  Instituto Legado e Instituto GRPCOM.

    **Quer saber mais sobre cidadania, educação, cultura, responsabilidade social, sustentabilidade e terceiro setor? Acesse nosso site! Acompanhe o Instituto GRPCOM também no Facebook: InstitutoGrpcom e Instagram: instagram.com/institutogrpcom

    Deixe sua opinião
    Use este espaço apenas para a comunicação de erros
    Máximo de 700 caracteres [0]

    Receba Nossas Notícias

    Receba nossas newsletters

    Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

    Receba nossas notícias no celular

    WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

    Comentários [ 0 ]

    Máximo 700 caracteres [0]

    O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.