i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?

Guilherme Macalossi

Foto de perfil de Guilherme Macalossi
Ver perfil
Opinião

Salim Mattar culpa todos pela falta de privatizações, menos Bolsonaro e a si

  • PorGuilherme Macalossi
  • 14/08/2020 09:23
Salim Mattar fala com jornalistas.
Salim Mattar.| Foto: Ministério da Economia.

É preciso ler com atenção o texto que Salim Mattar publicou no site Brazil Journal. Nele, o agora ex-secretário extraordinário de desestatização explica o motivo de ter debandado (para ficar com a expressão de Paulo Guedes) do governo. A razão de fundo o ministro da Economia já havia antecipado em uma colérica coletiva de imprensa: a venda de estatais não está andando. Mas por qual motivo? Mattar aponta vários culpados para isso, mas poupa Bolsonaro e a si mesmo.

>> Painel das privatizações: as estatais que o governo quer vender, e as que estão escapando

Até aqui, a prometida agenda de privatizações ficou na pura retórica, ilustrada por cifras trilionárias que só a imaginação permite inventar. Diante desse fracasso rotundo, nada melhor que sacar do bolso a desculpa preferida a que recorrem os apoiadores do presidente quando confrontados com sua ineficiência: o establishment estaria atrapalhando. Segundo Mattar, esse grupo composto por “empregados públicos, sindicatos, fornecedores, comunidades, políticos locais, partidos de esquerda e lideranças políticas têm sido uma barreira natural para a privatização”.

Tal complô até poderia ser verdadeiro, principalmente se considerarmos o passado recente do país, quando a esquerda, com o apoio entusiasmado do então deputado Bolsonaro (é bom lembrar), tentou inviabilizar não apenas as privatizações, mas também as reformas econômicas. Mas essa era outra época. Parte desses adversários hipotéticos não tem mais a força de outrora. Sindicatos e movimentos sociais estão em silêncio, partidos como PT, PCdoB e PDT não têm votos no Congresso (vide a aprovação da Reforma da Previdência), e a classe política não parece tão refratária quanto se supõe. Como lembra o jornalista Carlos Andreazza, “até aqui, o que foi ao Congresso passou”. Mas como culpar esses grupos se a parte que cabe ao governo, que é apresentar algo, não foi feita?

Vindo da iniciativa privada, Mattar deixa claro que não tinha muita ideia de como a coisa funcionava no setor público. Tanto que confessa até mesmo que a Secretaria de Desestatização tinha “atribuições, mas sem a autoridade para execução”, o que ele mesmo define como resultante da “falta de experiência” de quem escreveu o decreto que a criava. Não é uma graça?

O problema principal, entretanto, é que a convicção do governo nas privatizações é vacilante. Conta muito o fato de a ala militar, da qual o próprio presidente é um integrante, ser notoriamente estatista. O caso da TV Brasil é exemplar. Durante a eleição, Bolsonaro prometeu que a extinguiria. Uma vez no poder, passou usá-la para seus próprios propósitos.

Com o governo abrindo as torneiras, a demanda por incentivos estatais, o flerte com o desrespeito ao teto de gastos e o auxílio emergencial bombando entre os mais pobres, os desenvolvimentistas ganham força. E não apenas os fardados. Há outros, como Rogério Marinho. E eles têm uma visão de país muito diferente daquela defendida pela equipe do ministério da Economia. A pandemia criou condições para uma inflexão do governo em direção a uma posição que é muito mais próxima ao do histórico político do presidente, que começou sua carreira como representante de categoria. Com isso, o liberalismo vai sendo posto de lado e as privatizações e projetos como a Reforma Administrativa se tornam ainda mais difíceis.

Para efeitos gerais, hoje Paulo Guedes tem um papel meramente pirotécnico. Ele serve para dar verniz de austeridade ao que não passa de populismo com fins eleitorais. Afinal, para manter o apoio da Faria Lima e do mercado financeiro é preciso que alguém talentoso e conhecido saiba entretê-los com fábulas sobre a economia de mercado. Na live da última quinta-feira, o presidente pediu "um pouquinho de patriotismo" aos seus integrantes. O conceito de "mão invisível", cunhado por Adam Smith, vai dando espaço para o conceito de "mão verde-amarela", que fica mais ao gosto do bolsonarismo.

Ao ignorar deliberadamente esse contexto, que tem em Bolsonaro sua figura central, Mattar produz um artigo que vale mais como atestado de covardia intelectual. Pior: mesmo tolhido desde dentro do governo em suas iniciativas, ele deixa o cargo convicto de que ainda são os liberais quem dão as cartas. Cita que 14 empresas estatais estariam encaminhadas para privatização ainda em 2021. Tudo constataria em um pipeline que deixou prontinho para execução. Ele acredita nisso? Bem, há quem creia até em tratamento por ozônio.

Especial >> Quem terá a primeira vacina confiável contra a Covid-19?

20 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 20 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.

  • M

    Marcus Pinheiro Machado

    ± 2 dias

    quem eu? acabei de chegar!

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • T

    Thiago Goulart Lovalho

    ± 3 dias

    Menos constantino, mais Macalossi. Inclusive, que vergonha esse podcast passa panista com o constantino e o Fiusa filosofando sobre como culpar a todos menos o ******* do presidente. O Jones, tem que ao menos fazer um contraponto pô!!

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • C

    Carlos M.

    ± 3 dias

    Os esforços de Bolsonaro pelas privatizações, ao menos no que tange à retórica pública, realmente são escassos, para dizer o mínimo. Porém o mesmo não pode ser dito daquele que o Presidente colocou como responsável para conduzir o processo. Mas gostaria realmente de ver os jornalistas que têm todas as soluções arregaçarem as mangas colocarem a mão na massa e os respectivos na reta e realmente fazer algo de concreto. De outra forma, são apenas palavras ao vento.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • E

    ELMOR

    ± 3 dias

    Serio que vc acha isso? Vai correr fazer exercício pescar é bom para aumentar serotonina e descarregar energias ruins, lembre que o povo não pensa assim. Vide pesquisa de hoje Da folha.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • L

    Luíz Cláudio Araújo

    ± 4 dias

    Como se fosse muito fácil dobrar o congresso, os mamadores de estatais que estão loucos para voltar a roubar na Petrobras. Basta um corrupto entrar com uma ação no Corrupto STF, para que trave a perda da boquinha de altos salários....

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • R

    Ricardo

    ± 4 dias

    Ótimo artigo. Até que enfim um colunista na Gazeta que não é lambe-botas do Bolsonaro.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • Z

    Zyss

    ± 4 dias

    A gazetinha ainda não compreendeu que o QI médio dos seus assinantes é bem superior aos dos seus colunistas. Ninguém cai nesse papinho mongol.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    1 Respostas
    • F

      Freitas

      ± 4 dias

      Esse comentário foi removido por não estar de acordo com os Termos de Uso.

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • F

    Freitas

    ± 4 dias

    Vocês que criticam o colunista ponham aqui uma única DEFESA ENFÁTICA DE JAIR BOLSONARO EM ALGUMA PRIVATIZAÇÃO. O homem só pensa em cloroquina.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • F

    Freitas

    ± 4 dias

    Se Mattar falar algo sobre Jair Bolsonaro, a turma do ÓDIO VAI LHE CHAMAR DE TRAIDOR. É a tática miliciana. Ninguém pode falar mal do "messias". Os fanatizados que seguem o JIM JONES sequer se deram conta de que a nata dos corruptos domina o poder em Brasília: CENTRÃO, CENTRÃO, CENTRÃO. Novos expoentes da politicalha: Ricardo Barros (quem diria?), Bob Jefferson (nem o capeta o quer no Inferno), Valdemar da Costa Neto, Gilberto Kapaz, Ciro Nogueira. Arthur Lira. E eu votei no segundo turno nesse VIGARISTA JB. Tiramos o PT e caímos nos braços dos maiores corruptos do Congresso? Ainda bem que Sérgio Moro proferiu a frase histórica: "NÃO ESTOU À VENDA, DEPUTADA".

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • C

    CARLOS FELIX

    ± 4 dias

    Esse jornalistinha, é porta voz da cooperativa , de sindicatos e partidos das turminhas de mamadores . Militante declarado.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    2 Respostas
    • C

      CARLOS FELIX

      ± 3 dias

      Esse comentário foi removido por não estar de acordo com os Termos de Uso.

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

    • F

      Freitas

      ± 4 dias

      Esse comentário foi removido por não estar de acordo com os Termos de Uso.

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • J

    Jota

    ± 4 dias

    Ele culpou o sistema, menos.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • J

    João Mauricio

    ± 4 dias

    Esse comentário foi removido por não estar de acordo com os Termos de Uso.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • S

    Senor Rodriguez

    ± 4 dias

    Pois é... Ele deveria ter usado a "varinha de condão" e mudado todo o pensamento consolidado no legislativo e no judiciário para fazer valer sua vontade. Tá "sertíssimo" o articulista... A magia está aí à disposição de todos... "Muito Bom"...

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • S

    SILVIO MACIEL ROCHA

    ± 4 dias

    Por favor vamos fazer uma análise séria, chega de cinismo. Pura distorção. Impressionante.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • J

    JOSÉ IVALDO

    ± 4 dias

    De fato o Establishment e o corporativismo do funcionalismo público são forças viscerais contra as privatizações, entretanto o governo não faz a menor questão de fazer os sacrifícios liberais. É muito mais legal um Estado inchado quando se está no poder.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • J

    João Teixeira Pires

    ± 4 dias

    O articulista minimiza a influência de sindicatos, partidos políticos, grupos de servidores públicos. Creio que está sendo ingênuo ou demonstra puro desconhecimento. Há sim muitas forças políticas, institucionalizadas, que dificultam os processos de privatização e reforma político-administrativa do Estado. Isso não significa que se deva "abandonar o barco". Mas implica na necessidade de uma articulação de maior envergadura, envolvendo governo federal e sociedade civil, em torno de uma agenda liberalizante. Ótimos isolados não adiantam em lugar algum.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • E

    Emiliano augusto bastos coutinho

    ± 4 dias

    Escrita parcial ... acredita quem quiser

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]