• A

    Admar Luiz

    ± 0 minutos

    Ah!, o estado, este ente abstrato que tudo pode prover. Acabar com a fome, gerar empregos, fomentar o crédito, proteger a indústria, educar os jovens, incentivar as artes, et, praticamente tudo que há demanda. Como disse Bastiat: é a quimera do estado benevolente. Roberto Campos - que estava à frente de seu tempo - dizia que “ o bem que o estado pode fazer é limitado; o mal infinito “. Afinal “o que ele pode nos dar é sempre menos do que nos pode tirar”. Estado não cria riqueza do nada. E é impossível devolver ao povo mais do que ele tomou. Leiam Bastiat. É bem atual.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]