i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?

Intervalo

Ver perfil

Se vender Éderson, Atlético acumulará R$ 60 milhões em um ano de negociações

  • Porleonardom
  • 15/05/2015 10:10
(Giuliano Gomes/ Tribuna do Paraná)
(Giuliano Gomes/ Tribuna do Paraná)| Foto:
(Giuliano Gomes/ Tribuna do Paraná)

(Giuliano Gomes/ Tribuna do Paraná)

Esse post nasceu a partir de informação do Vinícius Furlan, de muito trânsito nas entranhas do Atlético e em quem o blog confia por acompanhá-lo há tempos. O próprio Vinícius, porém, apontou algumas inconsistências na história: da veracidade do MCP que se manifesta no WhatsApp até a certeza de que o Al-Wasl exercerá uma opção de compra – e mesmo se existe essa opção, pontos estes trazidos pela Nadja Mauad.

Ou seja, não há uma manifestação clara de compra, apenas indícios de que o Wasl pretende continuar com ele. O post teve os verbos e o título ajustados e a (não) informação do WhatsApp do Petraglia suprimida. No mais, o texto segue no ar. Afinal, o volume movimentado pelo Atlético em negociações em um ano é expressivo – e a venda de Ederson, acontecendo, ficará mais. E também porque os fregueses antigos sabem que este blog não gosta de errar na mesma medida que não tem a menor vergonha de explicar e não esconder quando erra. A quem se sentiu enganado ou que perdeu seu tempo, sinceras desculpas. A todos, segue o baile.

 

A informação é do Vinícius Furlan, do ESPNFC: o Al-Wasl, dos Emirados Árabes Unidos, deve exercer a opção de compra do atacante Éderson, do Atlético.

 

Artilheiro do Brasileirão de 2013, Éderson trocou o Atlético pelo Wasl em julho, emprestado por R$ 3 milhões. Negócio de um ano, com opção de compra por 3 milhões de euros (pouco mais de R$ 10 milhões). Éderson se destacou. Marcou 14 gols na liga local e outro na copa.

 

Ainda não confirmados pelo Atlético ou seu empresário, os R$ 13 milhões de Éderson se juntam aos R$ 44 milhões das vendas de Manoel, Douglas Coutinho, Marcelo e Nathan. Levando em conta outros negócios menores e até o dinheiro recuperado de Morro García, são cerca de R$ 60 milhões em negociações no intervalo de um ano.

 

Nem todo esse dinheiro já entrou no caixa do clube. O balanço indica que a grana de Manoel virou garantia bancária. O Doyen ainda não terminou de pagar por Marcelo e Coutinho. O negócio de Nathan com o Chelsea acaba de ser fechado. E mesmo a opção de compra dos árabes ainda levaria algumas semanas para virar dinheiro. Mas é fato que o Atlético retomou a fama de bom negociador de jogadores.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.