i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?

Ir e Vir de Bike

Ver perfil

Comerciantes percebem que tratar bem o ciclista é um bom negócio

  • Por
  • 20/11/2012 12:26
Comerciantes percebem que tratar bem o ciclista é um bom negócio
| Foto:
Reprodução
Selo Amigo da Bicicleta indica estabelecimentos em que os cilistas são bem-vindos

Empresários e comerciantes de Curitiba começam a perceber que tratar bem o ciclista é um negócio lucrativo. Lojas, farmácias, restaurantes, academias e diversos outros estabelecimentos passaram a investir na implantação de infraestrutura para quem pedala além da criação de promoções e descontos para atrair esse público.

Todo ciclista é um consumidor como outro qualquer. Mas, diante da carência geral de infraestrutura para quem pedala, um gesto de boas vindas ao ciclista pode ser uma forma de criar uma clientela fiel e disposta a fazer propaganda boca a boca do estabelecimento. No fim, tratar o ciclista de maneira cortês e civilizada acaba sendo uma tática para inovar e se diferenciar da concorrência.

E isso não custo muito caro. Na vaga de um único automóvel é possível acomodar até dez bicicletas – é como otimizar em 900% o aproveitamento de um espaço. Isso sim é ser sustentável! Além disso, a implantação de um paraciclo (estacionamento rotativo para bicicletas) custa a partir de R$ 300.

Reprodução
Cheli Cucina Pizza: até 30% de desconto para quem pedala

A Cantina Cheli Cucina Pizza, no Alto da XV, por exemplo, implantou um paraciclo e passou a oferecer até 30% de desconto na conta de quem vai pedalando. Segundo o proprietário do restaurante — que também pedala – a ideia surgiu a partir da dificuldade enfrentada por ele no dia a dia. Para ter o desconto, é preciso anunciar que é ciclista ao fazer a reserva; e, claro, ir de bicicleta.

Já a loja de roupas esportivas Dentro D’agua, no Centro Cívico, também implantou um paraciclo. O detalhe é que o estacionamento não é exclusivo para os clientes. Qualquer ciclista pode usá-lo durante o horário comercial.

No centro da cidade, a casa de alimentos naturais Pop House, que fica ao lado da ciclovia da Mariano Torres, também instalou um bicicletário para facilitar a vida dos clientes.

Alexandre Costa Nascimento/Ir e Vir de Bike
Pop House: espaço de um carro virou estacionamento para 9 bicicletas

O paraciclo foi instalado em julho e a ideia surgiu da própria demanda. “Os ciclistas vinham na loja e não tinham onde estacionar. Então decidimos criar um espaço para eles”, explica o sub-gerente Edison Stachuk.

O espaço que antes era ocupado por apenas um carro foi transformado em um estacionamento que comporta até nove bicicletas. “Está sendo super positivo. Tanto é que, muitos de nossos clientes que antes vinham de carro e tinham dificuldades para estacionar agora vêm de bicicleta”, garante.

Também no centro de Curitiba, uma placa promocional garante o desconto de 10% para os usuários de bicicleta que almoçam no restaurante vegetariano Buquê Garne. O gerente do estabelecimento conta que está tentando obter uma autorização da prefeitura para instalar um paraciclo em frente ao estabelecimento. Enquanto não consegue, ele permite que os ciclistas guardem suas bicicletas dentro das dependências do restaurante. “Tudo para facilitar a vida dos clientes e estimular o uso da bicicleta”, garante.

Locais amigos da bicicleta

Reprodução
Bikeit! informações colaborativas e certificação de estabelecimentos amigos do ciclista

Nessa semana, Curitiba ganhou uma versão do site é colaborativo Bikeit!, que permite aos usuários indicar e fazer avaliações sobre estabelecimentos comerciais que facilitam o uso da bicicleta.
Escrever uma avaliação, contando aonde foi com sua bike (nome do estabelecimento e site), como foi recebido no estabelecimento, se havia algum tipo de estacionamento para a bicicleta, se era seguro e protegido contra a chuva, se foi tratado com cordialidade e gentileza.

Também é possível classificar o estabelecimento em três níveis: aprovado, reprovado e Bikeit!, a avaliação máxima que faz do estabelecimento um local amigo da bicicleta. Nesse caso, uma equipe do site promove a certificação do estabelecimento ofertando um selo que pode ser colocado no local físico e no site.

Outra iniciativa nesse sentido é o site colaborativo que criou o Selo Amigo da Bicicleta. Nele é possível identificar estabelecimentos que oferecem bicicletários, paraciclos ou que oferecem políticas de descontos para quem pedala.


Visualizar Selo Amigo da Bicicleta – Curitiba em um mapa maior

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.