i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?

João Frey

Foto de perfil de João Frey
Ver perfil

Concessão dos aeroportos Afonso Pena e Bacacheri à iniciativa privada começa em março

  • PorJoão Frey
  • 12/02/2019 18:22
Aeroporto Afonso Pena (Foto: Antonio More/Gazeta do Povo)
Aeroporto Afonso Pena (Foto: Antonio More/Gazeta do Povo)| Foto:

No dia 16 de março o governo federal vai lançar o edital para conceder quatro aeroportos do Paraná para a iniciativa privada. No próximo lote de concessões do governo federal estão os aeroportos Afonso Pena, em São José dos Pinhais; o aeroporto do Bacacheri, em Curitiba e os aeroportos de Foz do Iguaçu e Londrina. A informação foi confirmada nesta terça-feira (2) pelo governador do Paraná, Carlos Massa Ratinho Junior (PSD), após uma série de agendas em Brasília.

Segundo o governador, ainda que as concessões sejam feitas pelo governo federal, o Paraná está participando da modelagem das propostas e indicando quais são as prioridades regionais.

LEIA MAIS: “Terra de oportunidades”: a estratégia de Ratinho para atrair investimentos para o Paraná

“Teremos um comitê junto ao governo federal para participar desses processos e colocar na mesa as exigências do estado. Nós vamos colocar as prioridades, e uma delas é a ampliação da pista do aeroporto de Foz, que hoje é o maior gargalo que temos”, afirmou o governador ao sair de uma reunião com o ministro da Controladoria-Geral da União, em Brasília.

Ainda segundo Ratinho esse sexto lote de concessões dentro do qual estão os aeroportos paranaenses seria lançado apenas em julho, mas foi adiantado para o dia 16 de março.

A concessão dos aeroportos paranaenses já era aventada desde o governo Michel Temer (MDB) e ganhou força na gestão de Jair Bolsonaro (PSL) após o anúncio de que o Programa de Parcerias de Investimentos iria vai priorizar a desestatização de aeroportos e ferrovias.

Esse sexto lote de concessões terá aproximadamente 21 aeroportos, divididos em três blocos: Bloco Sul com oito aeroportos, tendo como principal o de Curitiba; Bloco Norte 1 com 7 aeroportos, tendo Manaus (AM) com o de maior porte; e o Bloco Central com 6 aeroportos, tendo grandes aeroportos como o de Goiânia (GO), com R$ 3,4 bilhões de investimentos estimados.

Acompanhe o blog no Twitter. 

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.