i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?

João Frey

Foto de perfil de João Frey
Ver perfil
Bancada

O que mudou no ano em que os três senadores do Paraná conversaram e concordaram

  • Por João Frey
  • 27/12/2019 17:37
O que mudou no ano em que os três senadores do Paraná conversaram e concordaram
| Foto: Ilustração: Felipe Lima

Ao não elegerem Roberto Requião (MDB) e Beto Richa (PSDB) para o Senado Federal, os eleitores paranaenses encerraram um ciclo de pelo menos oito anos em que os polos da política local estavam muito bem definidos. Ainda que outros políticos fossem relevantes para o estado – como Alvaro Dias (Podemos) e Gleisi Hoffmann (PT) –, era nos embates entre richistas e requianistas que a política paranaense tinha seus principais momentos. E, se o eleitorado não tivesse mudado de ideia ao longo das eleições de 2018, muito provavelmente esse antagonismo daria o tom da bancada paranaense no Senado até 2026.

Quando escolheram Flávio Arns (Rede) e Oriovisto Guimarães (Podemos) para ocupar os dois assentos em disputa no Senado, os eleitores, além de terem fechado um ciclo, abriram espaço para uma reorganização das forças políticas locais. Passado quase um ano da nova representação paranaense na Câmara Alta, já há indícios suficientes da direção das mudanças causadas pelo realinhamento das forças políticas em 2018.

LEIA MAIS: Quatro pontos de interesse do Paraná que avançaram em Brasília em 2019

A marca mais forte da nova composição é o alinhamento entre os senadores paranaenses. As constantes e esperadas discordâncias entre Alvaro, Gleisi e Requião deram espaço a afinidades ideológicas e trocas de mesuras entre os membros da bancada da Paraná. Esse entendimento interfere na ação dos três senadores do estado tanto diante dos assuntos políticos nacionais como em relação à postura sobre temas locais.

No plano nacional, uma das principais novidades políticas de 2019 foi a criação do “Muda Senado”, um grupo que reúne cerca de 20 parlamentares que defendem mudanças nas práticas do Senado, uma instituição tradicionalmente conservadora. Os três senadores do Paraná integram o grupo, onde Alvaro e Oriovisto exercem uma importante liderança. Reverberando dentro do “Muda Senado”, as afinidades ideológicas da bancada paranaense encontram espaço para serem postas em prática. No grupo, os três senadores empunharam conjuntamente bandeiras como a defesa de uma CPI para investigar desvios no Poder Judiciário – a CPI da Lava Toga –, o fim do foro privilegiado, a possibilidade de prisão após condenação em segunda instância, a redução dos custos do Poder Legislativo e a redução do valor destinado aos fundos públicos de financiamento da atividade partidária e eleitoral.

Em uma tentativa de síntese, Alvaro, Oriovisto e Arns parecem ser representantes da nova política – termo tão disputado como desgastado nas últimas eleições. A nova política da qual eles se aproximam não é a do esgarçamento institucional bolsonarista, mas a do lavajatismo da “refundação da República”, termo criado e defendido por Alvaro Dias nas eleições presidenciais de 2018.

Os efeitos para o Paraná

O alinhamento entre a bancada também interfere no modo como os senadores representam o estado do Paraná – com pontos positivos e negativos.

Para o governador Carlos Massa Ratinho Junior (PSD), a presença de Alvaro, Arns e Oriovisto no Senado é o melhor dos mundos. Com boas relações com os três parlamentares, Ratinho não precisa temer complicações ao solicitar o aval da União para empréstimos ao estado ou um reforço ao caixa paranaense por meio de emendas parlamentares.

Vale lembrar aqui um episódio de 2014, quando o Senado aprovou um empréstimo de R$ 144 milhões ao governo do Paraná, à época comandado por Beto Richa (PSDB). O único voto contrário à liberação do empréstimo foi de Requião, que se saiu com a seguinte justificativa: “É claro que investimentos sociais seriam interessantes, mas tínhamos que forçar o estado a cortar as despesas perdulárias porque esses investimentos sociais seriam facilmente resolvidos com o corte de despesas absurdas de cargo em comissão e de publicidade”.

VEJA TAMBÉM: Como a bancada paranaense mudou de ideia sobre a nova lei do saneamento

O ponto negativo do alinhamento é justamente o fato de as visões de mundo muito afinadas não darem conta de abarcar defesas de outras teses sobre a condução dos assuntos de interesse público. Em outras palavras, a qual senador poderia ter recorrido o paranaense contrário à reforma da Previdência? Ou qual será o representante do estado que poderá ouvir com atenção os argumentos dos trabalhadores que apontam os prejuízos que a venda da Refinaria Presidente Getúlio Vargas e da Unidade de Industrialização do Xisto irão gerar em Araucária e São Mateus do Sul?

11 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 11 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.

  • M

    Maquiavel

    ± 18 horas

    Qualquer coisa é melhor que Requeijão e Greze.,,

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • J

    JAQUES BRAND

    ± 21 horas

    Confesso que espera mais e melhor do senador Oriovisto Guimarães. Pena que tenha resvalado para o samba-de-uma-nota-só alvarista, fazendo coro aos desgastados refrões que Alvaro repete desde 1968, na sua cruzada-de-fachada-pra-inglês-ver contra a corrupção. Construtor de um império de ensino, administrador nota dez de equipes numerosas, OG precisava olhar mais para a economia, iluminar o caminho para o desenvolvimento, ajudar a abrir horizontes. Ao invés disso, fica ali do lado do Alvaro repetindo sempre a mesma coisa...

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • A

    Austríaco-PR

    ± 22 horas

    Os três senadores fingem ser de centro, mas todos gostam mesmo é de jogar com a canhota, assim como o articulista. Desarmamentistas e pouco interessados nas mudanças necessárias que educação e segurança necessitam. Jogam para a platéia.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • S

    Sr. Walker

    ± 1 dias

    É o começo das minhas esperanças de deixarmos de ser esse anão político que somos. Falta ainda muito, no Senado acendemos a chama de uma vela, pouco mas é um começo. Tem ainda a câmara federal e aí a coisa é muito, muito feia. Tem tbm o executivo, alguém lembra do último governador com postura para aparecer bem no cenário nacional? Não? Nem eu, Sofremos por décadas com os nossos dirigentes arremedos de estadistas. políticos com visão de curtíssimo alcance, cuidando apenas de se manter no poder a qualquer custo. Uma vergonha.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • A

    APJr

    ± 1 dias

    Dessa história contada, resta uma única tristeza: o fato da amante ter se elegido de****da. Se tivesse desaparecido do cenário político brasileiro, aí então, as coisas certamente estariam ainda melhores !

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • T

    Thomas

    ± 1 dias

    Na década de 1960 um jovem da nata curitibana pintou o cavalo de um oficial do exército de rosa. Nos anos seguintes jovens seduzidos pelo discurso da esquerda morreram estupidamente pela ditadura comunista. Mas não eram da elite, não eram ninguém. Parte daqueles “revolucionários” galgaram posições de destaque na política brasileira. A pessoa podia ser flagrantemente desequilibrada, mas bastava dizer a palavra mágica “povo” que ganhava a simpatia da massa. O “piá de prédio” não negava sua origem, mas não tinha a malandragem do “piá da mamona”, por isso passou alguns dias na cadeia. Deus salve o Paraná dos “revolucionários” “do povo”.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • P

    Pedro Maome Machado

    ± 1 dias

    Finalmente livres do cancro reiquião!

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • L

    Luiz Renato Stival

    ± 1 dias

    SE NÃO TIVESSEM SIDOS ELEITOS COMO SENADORES, GLEISI E REQUIÃO, COM CERTEZA O ESTADO DO PARANÁ TERIA DESENVOLVIMENTO PLENO HÁ MUITO TEMPO. AINDA BEM QUE HOJE TEMOS SENADORES COM MORAL E RESPEITO.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • W

    Wilbur Archibald III

    ± 1 dias

    Ainda bem que o requeijão tá em casa cuidando do Rex

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • J

    Juceane loureiro

    ± 1 dias

    Finalmente o Paraná conta com pessoas equilibradas no Senado e que compreendem o seu poder de representação. De todos os bons resultados da eleição passada, eleger esta dupla, foi para nós paranaenses, o melhor.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • F

    felix odair budel

    ± 1 dias

    Nunca estivemos tão bem representados no senado como agora.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

Fim dos comentários.