i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?

João Frey

Foto de perfil de João Frey
Ver perfil

Urbs não garante redução na passagem de ônibus após queda do diesel

  • PorJoão Frey
  • 28/05/2018 18:33
Em 2017, quando Temer aumentou o PIS/Cofins, aprefeitura subiu o valor da tarifa técnica  (Foto: Daniel Castellano/Gazeta do Povo)
Em 2017, quando Temer aumentou o PIS/Cofins, aprefeitura subiu o valor da tarifa técnica (Foto: Daniel Castellano/Gazeta do Povo)| Foto:

Em julho de 2017 o governo federal aumentou em 86% a alíquota de PIS/Cofins sobre o óleo diesel. Esse reajuste levou a prefeitura de Curitiba a aumentar em R$ 0,03 a tarifa técnica do transporte coletivo, que é o valor pago pelo município aos empresários que operam o sistema de ônibus.

Agora, com a redução do mesmo tributo – anunciada pelo presidente Michel Temer (PMDB) em resposta à greve dos caminhoneiros –, a Urbs começa a ser pressionada para reduzir a tarifa dos ônibus em Curitiba; se não aquela paga pelos passageiros na catraca, ao menos a tarifa técnica – como foi feito anteriormente.

Por meio de nota, a gestora do transporte coletivo não garantiu o desconto e informou apenas que a “redução do diesel será analisada pela equipe técnica da Urbs”. Os técnicos ainda observaram que a medida de redução anunciada por Temer é temporária. Segundo o anúncio feito pelo presidente, a redução será válida por 60 dias.

Pelo contrato entre a prefeitura e as empresas que operam o transporte coletivo, se houver mudança nos índices relativos a tributos ou encargos legais, deve ser feita a repactuação da tarifa mesmo que não esteja no período determinado para sua revisão.

Essa cláusula contratual não levou apenas ao aumento da tarifa. Em 17 de outubro de 2013, a Urbs reduziu a tarifa técnica de R$ 2,9994 para R$ 2,9353 em resposta a medida do Governo Estadual de desonerar 12% do ICMS sobre o diesel utilizado no transporte coletivo urbano.

Acompanhe o blog no Twitter. 

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.