Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.

  • M

    Marçal

    ± 3 horas

    Excelente artigo, como de costume, deste autor. Vale pelo eruditismo e clareza nos pontos de vista. Três frases lapidares que encaixam perfeitamente no nosso momento: "Encontramos as mesmas figuras alucinadas que, movidas por um desejo de pureza irreal, se lançam contra as “elites” dissolutas ou corrompidas." "Encontramos o mesmo ódio ao “velho discurso” das elites, com a diferença de que, agora, não é o conhecimento bíblico que deve ser democratizado; é todo o tipo de conhecimento, vertido no caos moral e epistemológico da internet." "Encontramos o mesmo apelo ao “verdadeiro povo”, por oposição a um povo falso ou vendido, que não merece sobreviver no novo reino dos justos."

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • W

    WILSON MUGNAINI

    ± 5 horas

    Segundo o historiador Toynbee, "as sociedades são fadadas a obedecer um ciclo, que as leva irremediavelmente a decadência, ao colapso e a morte, após o que a Historia iria recomçar seu ciclo em outras paragens." Acredito que a minha geração não viverá esse processo, mas ele irá (ou terá que acontecer), visto que não se vê perspectivas de alterações pela negociação, pelo uso racional da política. Aqui no Brasil, por exemplo, alguém acredita que o nosso sistema de privilégios acabará por iniciativa dos privilegiados que, por acaso, passarão a ter vergonha do que usufruem? Políticos e outros?

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • P

    PAULO SOUZA

    ± 7 horas

    De certo modo esta era a expectativa do povo judeu quando viu a ascensão de Cristo na sua missão terrena, Judas sendo um dos expoentes entre os sedentos por uma revolução. O problema é enxergar Jesus apenas como personagem histórico e no seio da cristandande, apenas como um místico doador de bençãos e não pelo que Ele dizia de si (sou o grande "Eu Sou", Deus, blasfêmia para os judeus, causa da sua "morte", uma entre outras tantas razões, como não assumir a liderança da esperada revolução). A pergunta dEle ainda ecoa no ar: E vós quem dizeis quem eu sou? Há nEle esperança para este mundo e para o vindouro, em continuação. Ele virá novamente, agora em sua majestosa divindade: não temam!!!

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • A

    ARIEL TEIXEIRA

    ± 7 horas

    O conservadorismo do j p Coutinho devia deixar algum espaço para a esperança

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

Fim dos comentários.