Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Mestre de artes marciais agride ex-aluno por ‘traição’; veja o vídeo
| Foto:

O mestre de artes marciais Diógenes Assahida, conhecido por ter feito parte da equipe de treinamentos de Anderson Silva por vários anos, agrediu um ex-aluno na tarde do último domingo (7), em frente à sua academia, em Campina Grande do Sul.

O auxiliar de vidraceiro Ulisses Teodoro, 24 anos, lutador amador de muay thai, passava com a namorada em frente ao local — que é vizinho à sua casa — quando foi chamado pelo antigo professor. Logo depois, começou a ser agredido.

A briga foi filmada e acabou viralizando nas redes sociais. Veja abaixo:

Em contato com a Gazeta do Povo, Ulisses contou que sofreu escoriações e hematomas no rosto, além de um corte na testa em decorrência de uma cotovelada.

“Eu achei que ele queria conversar comigo. Não reagi pelo respeito que tenho por ele”, afirmou o lutador amador, que treinou por um ano e meio com Diógenes, mas saiu da academia há quase um ano.

“Fiz um B.O. ontem [terça-feira]. Não estou passando mais em frente à academia, que é caminho para meu trabalho, porque me sinto ameaçado. Acho que o Diógenes pediu para gravar o vídeo para poder falar que deu uma ‘lição’ em mim”, fala.

Além da briga, outro vídeo também se espalhou nas redes. Nele, Assahida aparece, ainda com a camisa manchada de sangue do ex-aluno, justificando sua atitude. Ele alega falta de respeito e traição.

“O cara vazou para a outra academia falando mal de mim… agora o cara passa em frente da minha academia com outra camisa? Vai te f…, vai te f… Estou errado? Compra briga. Não tem esse papo. O cara tem de me respeitar”, brada o professor de luta.

Ulisses contesta a versão. “Isso nunca aconteceu. Eu sai quieto. Sai porque não queria mais. Mas meu advogado já está tomando as providências”, avisou.

A reportagem tentou contato por telefone com Assahida, mas foi informado por um amigo que atendeu a ligação que ele estava em uma reunião e não poderia conversar.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]