Eryk Anders enfrenta Lyoto Machida no UFC Belém. Foto: Marcelo Andrade/Gazeta do Povo.
Eryk Anders enfrenta Lyoto Machida no UFC Belém. Foto: Marcelo Andrade/Gazeta do Povo.| Foto:

Casado com uma curitibana, o lutador americano Eryk Anders está na capital paranaense para as comemorações de fim de ano, mas não parou de treinar.

Adversário de Lyoto Machida no dia 3 de fevereiro, no UFC Belém, o peso-médio (até 84 kg) têm frequentado as academias Gracie Barra e a Yamauchi Team para manter a forma e afiar seu jogo.

O Luta Livre conversou com o atleta de 30 anos, que segue invicto em dez lutas profissionais.

>>Futebol americano ou MMA: qual esporte é mais brutal?

Por que você escolheu a Gracie Barra e a Yamauchi Team para treinar?

Escolhi treinar na Gracie Barra com o Pimpolho [Rodrigo Fajardo] porque um dos donos da academia me indicou. Lá encontrei o Goiti [Yamauchi]. Os dois têm sido muito gentis comigo e abriram suas academias, me receberam de braços abertos. Sou eternamente grato pela hospitalidade e técnicas que me mostraram. Só posso falar coisas boas dos caras da Gracie Barra e Yamauchi Team.

Você jogou futebol americano universitário por Alabama. A mentalidade do esporte te ajudou a ter sucesso no MMA?

Sempre fui uma pessoa competitiva. Não gosto de perder em nada nem para ninguém. Eu acabei me destacando no futebol americano e fui longe quando mais jovem. Mas não posso dizer que é por causa do futebol que tive sucesso no MMA.

Em uma entrevista recente, você disse que não pretende aposentar o Lyoto, que perdeu as últimas lutas por nocaute. Na sua opinião, ele deve se aposentar em caso de mais um KO?

Acho que o Machida é uma lenda nesse esporte e deve se aposentar quando quiser, mas também acho que ele deve ouvir seu corpo. Se o corpo e mente indiquem que deva se aposentar, então ele deve mesmo. Mas se não for assim, ele deveria continuar, talvez adaptando seu estilo para que não entrar em brigas de cachorro onde pode ser nocauteado.

O que os fãs podem esperar da luta principal do UFC Belém?

Os fãs em Belém pode esperar uma luta empolgante. Acho que o estilo do Lyoto e o meu são empolgantes, então vai ter fogos de artifício e um nocaute ou finalização.

Fotos: Marcelo Andrade/Gazeta do Povo

Eryk Anders

 

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]