i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?

Nova Economia com João Kepler

Foto de perfil de Nova Economia com João Kepler
Ver perfil

Como entender os novos negócios e a nova economia, transformando a mentalidade do empresário da economia tradicional.

Boas oportunidades

Apesar da crise, investidores continuam apostando em startups

  • João KeplerPor João Kepler
  • 14/04/2020 17:47
Apesar da crise, investidores continuam apostando em startups
| Foto: Freepik

Em tempos de crise, muitas pessoas acabam, por medo ou desinformação, optando por se retrair e não percebem que são justamente em momentos assim que boas oportunidades podem aparecer, principalmente quando o assunto é investimento.

Em uma pesquisa realizada pela Gávea Angels no último mês, mais da metade dos entrevistados afirmam que, segundo suas estimativas e expectativas, a crise da Covid-19 irá durar aproximadamente seis meses.

Mas o dado mais interessante e que merece destaque é o fato de que 44,9% dos participantes disseram que sua pré-disposição em investir em startups não se alterou neste período que estamos vivendo. Além desta opção de resposta, duas outras estavam disponíveis: se a pré-disposição aumentou ou diminuiu. Ou seja, praticamente metade dos entrevistados entende que a crise em função do coronavírus não impacta sua decisão de investir ou não em bons negócios. 

Além disso, 75,5% dos participantes disseram que consideram a crise uma oportunidade para encontrar deals mais “baratos” e que os valuation que estavam inflacionados provavelmente vão chegar no preço real neste período.

Apontaram ainda que este se torna um bom momento para investir em startups da área da saúde e negócios relacionados a telemedicina, aprovados e regulados. Segundo a opinião de quem participou da pesquisa, inteligência artificial e healthtechs são as áreas que terão mais oportunidades com a chegada do novo coronavírus.

Indagados sobre porque sua pré-disposição em investir em startups subiu ou não se alterou, os argumentos são fundamentados e mostra que boa parte dos investidores realmente entende o que está fazendo.

Dentre eles estão novamente a descoberta de novas oportunidades de negócios, afinal, o que não irá faltar são novos problemas para resolver e querer fazer parte disso e estar próximo é o desejo dos verdadeiros investidores em startups. Além da estratégia de alocação de capital e da relação risco x retorno (com base em outras classes e ativos).

É evidente que o momento exige mais cautela que nunca, mas que os motivos apresentados acima mostram também que boas oportunidades estão disponíveis e que crises, por mais avassaladoras que sejam, são passageiras.

A meta básica de todo investidor é ganhar um retorno acima de inflação. Mesmo assim, atingir essa meta pode ser difícil utilizando as opções tradicionais. Investimentos em startups são a médio e longo prazo, ou seja, se tiver dinheiro disponível para fazê-lo este momento pode representar uma excelente oportunidade de investimento.

O fato é que a crise abre um cenário positivo para as startups. Sem dizer que investir em uma startup é acreditar em um produto ou serviço que deve existir para facilitar a vida de muita gente por oferecer uma maneira inovadora de fazer alguma coisa. Ou seja, esta é uma oportunidade para os investidores participarem ativamente deste processo de construção e solução de novos problemas que vamos enfrentar.

Perceba que no geral as startups de tecnologia crescem em meio as crises, multiplicando o número de clientes e investidores a procura de lucro a longo prazo.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.