Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Brafer
Fábrica da Brafer no Paraná, em Araucária| Foto: Divulgação

A aposta na diversificação tem feito uma empresa paranaense de estruturas metálicas (usadas nas construções de prédios, indústrias ou torres de transmissão, por exemplo) ter resultados invejáveis. E mesmo em um período em que a sua principal matéria-prima, o aço, tem batido recordes de preços altos. Com sede em Araucária, na região metropolitana de Curitiba, a Brafer ultrapassou R$ 420 mil em faturamento em 2020, um crescimento de 40% em relação ao ano anterior, e teve até que ampliar os turnos de sua linha de galvanização (o processo químico de proteção das estruturas que fabrica).

No centro dos bons resultados está uma estratégia, que se acentuou a partir de 2016, de vender para diferentes mercados de atuação. Com 45 anos de existência, a empresa fornece estruturas para indústrias, construção civil, mineração e o setor energético, por exemplo. "O pulo do gato [para os números positivos] tem sido a empresa ter versatilidade de transitar em mercados diferentes. Dentro do núcleo estrutura metálica, a gente faz de tudo. Quando infraestrutura está demandando mais, com mais pontes, viadutos e aeroportos, a gente faz. Quando se demanda mais papel e celulose, a gente faz. Esse ano vai demandar muito mineração. Atendemos também", explica o diretor executivo da empresa, José Augusto Silva.

Os investimentos recentes no Brasil no setor de energia e o crescimento no mercado de papel e celulose na América Latina foram os protagonistas de 2020. "Particularmente foi o setor energético um dos grandes trunfos nossos para o sucesso no ano passado. É o primeiro ano da Brafer, em 45, que faturamos mais em energia do que em obras industriais", diz Silva. “Esse mercado de energia seguiu uma toada muito forte nos últimos três anos, com leilões da Aneel. Contratos que foram objetos de leilão em 2018 estão chegando na fase de construção. Após a parte  de engenharia e estudos ambientais, chegou o momento de construir as obras. Temos entregue muitas estruturas destes leilões de 2018 e até de anteriores", diz o diretor..

No segmento de papel e celulose, a empresa conseguiu bons números com fornecimento de estruturas para construções no Uruguai.

Para 2021, a Brafer aposta em um ritmo sustentado de crescimento, já que a diversificação tende a manter o aquecimento. "Estamos com a carteira de energia quase cheia para o ano, com pouca disponibilidade para novos contratos. Em papel e celulose temos alguns contratos firmados neste ano. E temos expectativas grandes de novos contratos neste segundo semestre porque existem ampliações de plantas tanto aqui no Brasil quanto no Paraguai", indica. A meta é elevar o faturamento em 20%.

A Brafer tem cerca de 800 funcionários diretos na sede, em Araucária, na filial do Rio de Janeiro e em uma controlada em Juiz de Fora, Minas Gerais. Em 2020, a empresa fabricou cerca de 40 mil toneladas de estruturas metálicas.

1 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]