Cevada
Consórcio terá ampla área de plantação de cevada, ingrediente básico do malte| Foto: Albari Rosa/Arquivo/Gazeta do Povo

Um grupo de seis cooperativas paranaenses vai construir uma nova fábrica de malte nos Campos Gerais. Com o nome de consórcio Intercooperação, as empresas devem investir R$ 1,5 bilhão na maltaria, localizada entre as cidades de Ponta Grossa e Carambeí - a região é conhecida pelo grande número de cervejarias, grandes consumidoras de malte. O empreendimento deve gerar cem empregos diretos e até mil indiretos.

A parceria é liderada pela cooperativa Agrária, de Guarapuava, e tem a participação da Bom Jesus (Lapa), Capal (Arapoti), Castrolanda (Castro), Coopagrícola (Ponta Grossa) e a Frísia (Carambeí). As empresas bateram faturamentos em 2020 que somados chegam a R$ 16,4 bilhões.

A área total destinada para o plantio da cevada, um dos principais insumos para a produção do malte, deve chegar a 100 mil hectares e o consórcio espera produzir anualmente 240 mil toneladas de malte (um valor que chega a 15% do volume do consumo no país). As empresas esperam faturamento de R$ 1 bilhão ao ano.

A fábrica de malte deve começar a ser construída ainda neste ano.

10 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]