Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
contabilizei-top-linkedin
Empresa está na lista Top Startups LinkedIn pelo segundo ano seguido.| Foto: Felipe de Souza/divulgação.

O LinkedIn publicou nesta quarta-feira (4) a segunda edição do Top Startups de 2019, uma lista brasileira com as 25 jovens empresas de maior destaque no país. A Contabilizei é a única curitibana a ser eleita para o ranking da rede social, já que a EBANX - outra local que fazia parte da classificação, já completou mais de sete anos de atuação no mercado.

Especializada em contabilidade online, a startup subiu uma posição (23º), em comparação a primeira edição do prêmio.

Para selecionar as empresas mais desejadas para se trabalhar a rede social avalia as startups com base em quatro critérios: crescimento no número de funcionários, engajamento, interesse por vagas e atração de grandes talentos. No Sul do país, além da Contabilizei, apenas a Warren, de Porto Alegre aparece na lista, que conta ainda com 21 empresas paulistas, duas cariocas e uma mineira, de Belo Horizonte.

“Temos um time engajado e uma cultura forte, o que vejo como um dos principais motivos para sermos reconhecidos - novamente - como uma das empresas mais desejadas do país”, ressalta Vitor Torres, diretor executivo da Contabilizei. A empresa tem 300 funcionários, concentrados nas áreas de engenharia, contabilidade e administração e pretende, até o final de 2020, fazer este número crescer para 450.

Metodologia

A lista Top Startups faz parte de uma série editorial contínua que celebra  os profissionais e as empresas que estão gerando impacto no mundo profissional. “São jovens empresas que apresentam grande crescimento, causam disrupção em seus setores e estão mudando o modo como os profissionais trabalham e vivem”, explica o editor da rede social corporativa, Rafael Kato.

Para chegarem ao ranqueamento, os editores e cientistas de dados do LinkedIn analisaram as interações de 645 milhões de usuários da rede social, identificando estatísticas sobre interesse crescente por postos de trabalho nestas empresas, interação com usuários e atração de profissionais de destaque.

Para se qualificarem ao prêmio, as empresas com sede no Brasil devem ter menos de sete anos de atuação, no mínimo 50 funcionários e serem de propriedade privada.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]