i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?

Paraná S.A

Foto de perfil de Paraná S.A
Ver perfil
Pandemia

Acesso ao crédito vira pedra no sapato dos empresários paranaenses

  • 07/04/2020 19:36
Em alguns partidos nanicos, a proporção de recursos públicos repassados a pessoas físicas foi muito maior.
| Foto: Pixabay

Apesar de uma série de medidas adotadas por governos federal e estadual para injetar dinheiro no setor produtivo, empresários paranaenses têm apontado como “frustrante” a tentativa de conseguir crédito nos bancos habilitados. De acordo com eles, as instituições fecharam o cofre, além de os juros terem se tornado pouco atrativos -- um problema nacional, como mostra a Gazeta do Povo. Mais um efeito colateral da pandemia de Covid-19.

“A gente já esperava que os bancos fossem restringir o crédito, mas não esperávamos que fosse tão imediato”, disse Danny Berté, CEO da Perfimec, em videoconferência organizada pela consultoria curitibana Valuup. A metalúrgica de São José dos Pinhais, na região metropolitana, é uma das empresas que tem sofrido com o crédito escasso. Assim como GGH confecção, de Cianorte. “Para não demitir ou fechar, precisamos do dinheiro. Mas esse dinheiro não está chegando. Pelo menos até agora”, disse à reportagem Emílio Gianotto, um dos sócios da empresa.

É uma realidade que parece não escolher segmento. “O caixa hoje é somente o interno da empresa. As linhas de crédito não estão chegando na ponta, em que pese o governo ter anunciado várias medidas, vários caminhos, várias linhas”, destacou Ricardo Cecy, CEO da WHB Fundição, de Curitiba, no evento da Valuup. "Tentamos acessar com uma outra empresa, menor, mas temos questão de garantia real, de projeto. Nada mudou ou facilitou”, disse .

Sócio da empresa de madeira e celulose Cocelpa, de Araucária, Luiz Antonio Giacomassi aponta que o dinheiro é ainda mais escasso nas linhas do tipo FDIC (Fundo de Investimentos em Direito Creditório). Nos últimos anos, essa linha se tornou popular, já que é mantida com dinheiro de investidores. Como a renda fixa deixou de ser atrativa para quem busca maximizar os ganhos, muita gente migrou seu dinheiro para estas linhas de crédito, que eram buscadas principalmente por empresas em recuperação judicial – os juros mais altos e com menos restrições garantiam um resultado ganha-ganha para investidor e tomador de financiamento.

“Com esse temor [do impacto da pandemia no caixa das empresas], o investidor, que é muito sensível, e acabou criando uma onda de saques muito grande. Não teve outra opção aos FDICs a não ser começar a recolher o dinheiro. Os spreads [pagamentos dos tomadores de empréstimo] ficaram muito caros”, disse o executivo.

A precaução dos bancos ficou evidente no mesmo encontro. Economista da Paraná Banco e diretor do braço de investimentos do grupo, Giuliano Dedini destacou que a instituição está prezando por empresas com capacidade de caixa, “o que é natural”, de acordo com sua classificação. Às empresas, sugeriu a negociação com fornecedores e clientes, para salvar o caixa da empresa, entre outras sugestões.

7 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 7 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.

  • J

    Jhonattan Lino

    ± 0 minutos

    Infelizmente mesmo com a redução da taxa básica de juros essa diminuição nunca chegou para quem toma empréstimos, o spread ainda continua muito alto e isso que deveria ser o foco do governo, chega de bater na selic, isso só prejudica o câmbio. Ps: Há um erro na nomenclatura. O certo seria FIDC e não FDIC.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • M

      Maquiavel

      ± 21 horas

      Porque mandaram fechar o comércio? Se o comércio tivesse permanecido aberto nada disso teria acontecido

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

      • N

        Neudi Fernandes

        ± 21 horas

        Nem mesmo no BRDE é fácil o ter crédito. Ao contrário do que foi veiculado pela própria Gazeta do Povo, ao se inscrever no site do banco de fomento, não há opção sem garantias. Tudo para dificultar e ainda vem um tal Lewandowski dizer que as empresas não podem negociar com seus colaboradores, sem envolver os sindiatos. É o cenário ideal para quebradeira e demissões

        Denunciar abuso

        A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

        Qual é o problema nesse comentário?

        Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

        Confira os Termos de Uso

        • O

          Osmar

          ± 23 horas

          Se não levar o dinheiro para empresas, a crise vai ser ainda mais forte.

          Denunciar abuso

          A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

          Qual é o problema nesse comentário?

          Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

          Confira os Termos de Uso

          • M

            MORALES

            ± 24 horas

            Sabe aquele lugar de onde você não espera que venha ajuda alguma? Pois é justamente de lá que não virá nada mesmo!

            Denunciar abuso

            A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

            Qual é o problema nesse comentário?

            Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

            Confira os Termos de Uso

            • R

              Rafael

              ± 1 dias

              Será que as empresas que estão reclamando da falta de crédito durante a crise já não estavam sem acesso ao crédito antes da crise?

              Denunciar abuso

              A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

              Qual é o problema nesse comentário?

              Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

              Confira os Termos de Uso

              1 Respostas
              • P

                PRISCILA MARA LUBIAN

                ± 24 horas

                Algumas sim, outras nao. Mas oq ficou claro eh que o credito esta mais escasso e mais caro.

                Denunciar abuso

                A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                Qual é o problema nesse comentário?

                Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                Confira os Termos de Uso

            Fim dos comentários.