Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Selo ODS
| Foto: Divulgação/ Sesi-PR

Com o objetivo de difundir e mobilizar a sociedade para implementação de ações em prol da Agenda 2030 voltada aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), o Sistema Fiep, por meio do Sesi Paraná, promoveu o selo ODS de boas práticas paranaenses relacionadas à prevenção da Covid-19 e ações pós pandemia.

No anúncio realizado pelo Sesi nesta quinta-feira (3), a Gazeta do Povo, a RPC e o Instituto GRPCOM, empresas do Grupo Paranaense de Comunicação (GRPCOM) foram reconhecidas pelo trabalho desenvolvido em todo o Paraná e receberam o selo de “empresas comprometidas com os ODS”.

Segundo a superintendente do Instituto GRPCOM, Ana Gabriela Simões Borges, a pandemia trouxe a necessidade de trabalhar pelo bem comum. “Trabalhamos há mais de duas décadas com projetos de auxílio pedagógico aos professores de escolas públicas e de fortalecimento das ONGs paranaenses, mas em 2020 fomos chamados a atender demandas urgentes geradas pela pandemia: apoiar os professores com o ensino remoto e ferramentas de educação a distância, e atender necessidades básicas da população mais vulnerável assistida pelas ONGs”. Todos os projetos reconhecidos ficarão disponíveis no "Guia de boas práticas paranaenses de prevenção e combate à Covid-19", que pode ser acessado clicando aqui.

Projetos  do GRPCOM reconhecidos em 2020

Juntos pelo Bem

Com a pandemia do coronavírus, um novo cenário se estabeleceu no país e, com ela, a necessidade urgente das organizações da sociedade civil (OSCs) por alimentos e produtos de higiene e limpeza para atender seus públicos em situação de vulnerabilidade. Pensando em atender essa nova demanda, o Instituto GRPCOM e a RPC, por meio do programa Impulso, convidaram todas as farmácias e mercados paranaenses a fazerem parte de uma grande campanha de solidariedade, na qual o principal objetivo era o de arrecadar alimentos e produtos de higiene e limpeza para os que mais precisam. Em quatro meses de campanha, 143 mercados e farmácias se sensibilizaram. Foram 313 pontos de coleta de doações. O resultado: mais de 125 toneladas de doações que supriram necessidades de mais de 135 mil pessoas, assistidas por 308 OSCs de todo o Paraná.

Televisando / RPC

Com a pandemia, o Instituto GRPCOM percebeu a necessidade dos professores de formação para uso de ferramentas digitais, bem como de acolhimento e informações para encarar o desafio do ensino remoto. Assim, foram realizados 16 webinários formativos com parceiros especialistas no assunto. Na plataforma EAD foram disponibilizados sete cursos, garantindo ao professor formação de qualidade e certificação de mais de 150 horas chancelada por universidade parceira. Também houve um curso exclusivo sobre competências socioemocionais em tempos de pandemia.

Ler e Pensar / Gazeta do Povo

A equipe do Ler e Pensar identificou que 75% dos professores gostariam de receber apoio e treinamento sobre o ensino remoto. Assim, o Ler e Pensar organizou uma formação aberta e gratuita, para qualquer interessado, sobre metodologias ativas e ensino remoto e híbrido. Os resultados da formação foram expressivos: 98,5% dos participantes disseram estar satisfeitos e muito satisfeitos. Ao todo, foram 10 mil inscritos em pouco mais de uma semana, de todos os estados, sendo o Paraná com o maior número de professores (22%). Todas as aulas ficaram disponíveis na plataforma EAD para que os professores que não puderam acompanhar, ou para quem quisesse rever.

1 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]