Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Celulose-silvicultura
Fábrica de papéis e celulose Klabin, no Paraná| Foto: Isac Nóbrega/PR

A Klabin segue com planos vorazes no curto e médio prazo. Ao jornal Valor Econômico, o diretor de Embalagem da empresa paranaense, Douglas Dalmasi, disse que a empresa está avaliando novas compras de fabricantes de embalagens no Nordeste e no Sul. “No Sul, temos interesse especialmente no Paraná”, disse.

A busca pode ser explicada por um conjunto de bons fatores para a empresa. Segundo o diretor, houve aumento no consumo de embalagens no país. Além disso, a companhia deve aumentar sua produção de papel para embalagens graças ao megainvestimento em uma nova planta em Ortigueira, nos Campos Gerais. A ideia da Klabin é aumentar sua integração de processos – fabricar o papel e a embalagem.

Há cerca de dois meses, a empresa recebeu o aval do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade), órgão regulador do Ministério da Economia, para concretizar a compra das operações da norte-americana International Papers no Brasil. O negócio custou R$ 330 milhões.

1 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]