Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Supermercado Nacional
Fachada de uma loja do Nacional, rede supermercadista surgida no Rio Grande do Sul| Foto: Divulgação

A partir deste mês, Curitiba ganha uma nova rede de supermercados. Tradicional no estado, o Mercadorama está dando lugar aos supermercados Nacional em uma decisão do Grupo Big (ex-Walmart Brasil), atual dono de ambas as marcas. De acordo com a empresa, a remodelação tornará as lojas “mais modernas e inteligentes, com novo layout e sortimento estratégico de produtos perecíveis”.

Garanta as principais notícias do PR em seu celular

A mudança de bandeiras vem poucos meses após uma meganegociação do grupo varejista. Em março, o Grupo Big anunciou a venda das marcas Big, Sam’s Club, Maxxi e TodoDia para a francesa Carrefour (a operação ainda está em análise nos órgãos de controle). Com isso, a empresa passou a se concentrar nas redes Super Bompreço, no Nordeste, e Supermercado Nacional, na região Sul.

Ambos os supermercados fazem parte do que o Big chama de “projeto Super Nova Geração”. A ideia é reposicionar as marcas da empresa. São 99 lojas Bompreço e Nacional pelo Brasil. Por aqui, o Nacional ocupará as sete lojas que ainda tinham a marca Mercadorama em Curitiba. Todas serão transformadas ainda em setembro.

O Paraná S.A. solicitou entrevista com representantes do Big sobre expectativa de vendas, mas a empresa informou que não teria um porta-voz disponível.

A rede gaúcha Nacional, fundada nos anos 1990, mas comprada pelo Big em 2005, é ainda hoje a maior a atuar no Rio Grande do Sul. Por e-mail, o Big apontou que, nesta remodelagem, o supermercado quer ser “referência de compra pela vizinhança”. De acordo com a empresa, a marca quer se fortalecer em áreas como padaria, açougue, hortifruti e perecíveis em geral.

O Big indica ainda que manteve os funcionários do Mercadorama e até contratou. Segundo a empresa, são de 10% a 20% de funcionários novos por loja (cada uma emprega cerca de 80 pessoas).

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]