Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
PolloShop Alto da XV: fim das atividades
PolloShop Alto da XV: fim das atividades| Foto: Divulgação

O PolloShop, um dos mais tradicionais centros de compras de Curitiba, no Alto da XV, anunciou nesta segunda-feira (20) o encerramento permanente de suas atividades comerciais. O empreendimento contava com cerca de 220 lojas, distribuídas em moda feminina, masculina e infantil, acessórios, tecnologia, produtos para casa, presentes, papelaria, brinquedos, cafés e restaurantes. A administração do shopping enviou um comunicado aos lojistas para que possam se organizar e entregar suas lojas no prazo de 30 dias.

O fechamento não foi ocasionado exclusivamente pelas restrições impostas pela Covid-19, porém, a atual crise influenciou na decisão. De acordo com uma nota encaminhada à imprensa, os administradores do shopping informam que as mudanças no comportamento do consumidor, assim como dificuldades na renegociação do valor do aluguel do imóvel, pesaram na decisão. “O PolloShop está sobre um imóvel de terceiros que não aceitaram renegociar uma redução no valor na renovação do contrato e ainda pediram aumento do aluguel do imóvel, obrigando a administração do shopping a entrar com uma ação revisional, que se arrasta na justiça há quase 3 anos”.

“Neste meio tempo, a direção do empreendimento tentou várias vezes buscar entendimento para um acordo, e agora com a crise estabelecida pelo surto da COVID19 com o fechamento dos shoppings e a suspensão dos pagamentos por parte dos lojistas a administração do empreendimento ficou impossibilitada de arcar com o alto valor do aluguel do imóvel.  Mais uma vez foi pedida a redução dos valores ou a opção para os proprietários do imóvel assumirem a operação do shopping para preservar o interesse dos lojistas, mesmo com prejuízo dos sócios do empreendimento, mas não houve acordo”, afirmam os administradores em comunicado.

Situação dos lojistas 

Para tranquilizar os lojistas, a administração afirma que fechou um acordo com os empreendedores dos Shoppings Jockey Plaza, Ventura Mall, Shopping Cidade e Shopping Jardim das Américas para receber os estabelecimentos que quiserem dar continuidade em suas operações com uma carência temporária de aluguel.

Na internet, tanto o site oficial do shopping quanto as redes sociais do estabelecimento já foram retirados do ar.

35 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]