i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?

Planeta Web

Ver perfil

Mascaro fala sobre a universalidade de Divino Amor

  • PorCarlos Augusto Brandão
  • 11/02/2019 16:10
Mascaro fala sobre a universalidade de Divino Amor
| Foto:

“Divino Amor”, do premiado diretor Pernambucano Gabriel Mascaro – após ter concorrido em Sundance para o melhor filme estrangeiro do festival –  foi também selecionado para Berlim na prestigiada Mostra Panorama. A sessão ocorreu ontem com casa cheia.

O filme se passa no  Brasil de 2027, onde o amor de Deus é celebrado e os estandes de orientação espiritual se tornaram a norma.  Joana (Dira Paes) – que mantém sua fé e relacionamento com Deus na mais alta consideração – usa  seu trabalho no cartório para incitar cuidadosamente casais divorciados a reconsiderar sua separação.

E com isso,  se consola com um coletivo religioso incomum que a ajuda a manter seu próprio casamento sob controle.  Embora ela e o marido tenham se esforçado para conceber, seus esforços para gerar  um filho acabarão por trazer Joana mais perto de Deus do que ela jamais esperara.

Por trás desse conto gospel futurista, o filme  tem muitas metáforas e um olhar profundamente observador na área cinzenta onde a sensualidade, a devoção e a fé se cruzam.

Em entrevista para a Gazeta do Povo Mascaro falou sobre o filme, sua universalidade e o significado de ter sido selecionado para a Berlinale.

“Acho que é uma alegria imensa ter um filme em Berlim, um festival que estampou sua marca em vários filmes e muitos deles fizeram parte da minha formação como realizador”, disse o diretor detalhando o cerne da trama.

“O filme se passa em 2027 no Brasil quando a maioria da população é evangélica e o estado ainda se diz laico.  É um filme que especula o futuro próximo através de uma alegoria fantástica, mesmo que o presente mande sinais de fantasia”, explicou Mascaro ressalvando que a história vai muito além do Brasil.

“O filme não é apenas sobre o Brasil,  é um comentário universal sobre a agenda conservadora, fanática e nacionalista que se espalha pelo mundo. Tentei reler o nacionalismo brasileiro e uma suposta identidade nacionalista cristã atualizada em improváveis apropriações culturais numa narrativa bíblica e erótica sobre fé e poder”, explicou o diretor acrescentando uma definição para “Divino Amor”.

“É uma história universal sobre o desejo pulsante de uma mulher que tem a fé como pilar de sua vida, que espera e procura um sinal divino e termina por receber um sinal maior do que estava preparada”, resumiu Mascaro.

“Divino Amor” concorre no festival alemão ao Prêmio de Audiência e também  ao troféu da Crítica Cinematográfica Internacional (FIPRESCI).

 

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.