i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?

Roger Pereira

Foto de perfil de Roger Pereira
Ver perfil

A política do Paraná em primeiro plano

Eleição da Vâmara

Deputados do PSB participam de evento com Arthur Lira, mas não declaram apoio

  • 19/01/2021 16:48
Deputados do PSB participam de evento com Arthur Lira, mas não declaram apoio
| Foto:

Entre os 15 deputados federais paranaenses que participaram, nesta terça-feira, do encontro do candidato a presidente da Câmara Arthur Lira (PP) com o governador Carlos Massa Ratinho Junior (PSD) estavam Aliel Machado e Luciano Ducci, ambos do PSB, partido que faz oposição ao governo Jair Bolsonaro no Congresso Nacional e que anunciou apoio a Baleia Rossi (MDB), apesar de estar dividido internamente.

Ducci saiu da reunião sem querer conversar com a imprensa, mas Aliel Machado disse à coluna que estava no Palácio Iguaçu para uma agenda institucional, convocada pelo governador para ouvir as propostas de um candidato à presidência da Câmara e discutir pautas de interesse do Paraná. “Amanhã (quarta-feira) teria uma agenda com o deputado Balei Rossi e eu viria também, mas ela foi cancelada”.

Aliel disse que o partido ainda tem reuniões e algumas decisões para tomar até a formalização do apoio a Rossi, mas lembrou que “a discussão sobre composição partidária é uma coisa e o voto é outra coisa bem específica, porque é secreto. Então todas as discussões acabam ficando no debate das discussões, porque o voto é secreto”.

Reforçando ser um deputado de oposição ao governo Bolsonaro, Aliel disse que a eleição da Câmara precisa discutir os temas do Legislativo, não devendo ser simplificada em uma disputa entre o candidato apoiado pelo presidente da República e o candidato da oposição. “Sou um deputado de oposição. Não concordo com as ações do governo e enfrento os equívocos que o governo tem. Mas acho que é um equívoco levar isso ao debate numa eleição para a presidência da Câmara. Temos que discutir a pauta do legislativo e a condução deste poder”.

Para ele, não há garantias de que a vitória de Lira alavanque a agenda de Bolsonaro no Congresso, ou a de Rossi a frearia. “Essa é a discussão que muitos querem levar para quem quer apoiar um ou outro candidato. E acho isso um equívoco. Tanto para defender uma pauta como essa ou não. Isso tem que ser feito por fatos concretos, não por achismo político. Eu tomo muito cuidado e procuro não envolver e discutir esse tipo de tema em um processo como esse”.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.