Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Governador Ratinho Junior em entrevista à RPC
Governador Ratinho Junior em entrevista à RPC| Foto: Reprodução / RPC

Em entrevista à RPC, o governador do Paraná, Ratinho Junior afirmou que todos os paranaenses com mais de 60 anos estarão vacinados contra a Covid-19 até o dia 30 de abril. “Vamos fechar até o final de abril a vacinação de todos os idosos acima de 60 anos e, até junho, metade da população vacinada”, disse o governador, ponderando que o cumprimento do plano depende da velocidade de distribuição de doses por parte do Ministério da Saúde.

Receba um boletim diário sobre as notícias do Paraná no seu whatsapp

“Quem vai salvar o Brasil são os dois institutos brasileiros: Fiocruz e Butantan, que já estão produzindo em escala. Outros laboratórios, compras internacionais, isso servirá como complemento do programa de vacinação. A cobrança é diária em cima dos lotes do ministério. Nesta semana, chegaram 260 mil doses, tem um lote para chegar sexta-feira. Tem nova programação para semana que vem. Nossa obrigação é dar velocidade na vacinação”, disse o governador.

Ratinho Junior também comentou a possibilidade de compra de vacinas pelos governos dos estados, salientando que as doses adquiridas serão entregues ao Ministério da Saúde para inclusão no Plano Nacional de Imunização. “Nós, governadores, criamos com o Ministério da Saúde, um entendimento de que todo o governo que tiver possibilidade de compra possa fazer. O governo federal arca com o recurso e a vacina será distribuída pelo Plano Nacional de Imunização. Então vamos auxiliar o Ministério a buscar laboratórios aptos a poder, com a liberação da Anvisa, ser parceiros e fornecedores do Brasil”, disse.

Na entrevista, o governador ainda comentou a situação da pandemia no estado, dizendo que o Paraná está encarando um novo vírus, seis vezes mais forte que o coronavírus que circulou no estado no ano passado e se solidarizou com as famílias que estão perdendo pessoas para a doença. “É importante as pessoas entenderem que é uma nova pandemia. Esse momento  que estamos vivendo é muito duro. Muitas famílias têm sofrido e nós também sofremos. A gente tenta reagir na mesma velocidade do vírus, mas o vírus é muito agressivo”, disse.

Ratinho Junior disse que o estado tem plano B para a escassez de medicamentos para a sedação e que não faltará drogas do Paraná e afirmou, ainda, que a questão do oxigênio deverá ser resolvida com o recebimento de 200 cilindros do Amazonas. Sobre a estrutura hospitalar, o governador afirmou que o Paraná tem condições de habilitar entre 200 e 300 novos leitos nos próximos dias. “E, aí, nossa capacidade estará esgotada, até mesmo por falta de pessoal”.

20 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]