Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Requião
| Foto: Jonathan Campos/Gazeta do Povo

Principal adversário político de Jaime Lerner durante toda sua carreira, o ex-governador do Paraná Roberto Requião (MDB) declarou-se tocado pela morte de Lerner e ressaltou a admiração pelo trabalho de seu rival, apesar das concepções diferentes de política e administração pública.

“Tocou-me, profundamente o falecimento de meu contemporâneo na vida e na política Jaime Lerner. Tínhamos concepções diferentes da política e da administração pública, mas ninguém pode deixar de considerar o brilho e o talento do Jaime Lerner na administração de uma cidade, dentro da visão liberal que ele tinha do processo político”, disse Requião.

Requião enfrentou Lerner nas eleições para a prefeitura de Curitiba, em 1985, vencendo a disputa, depois, foi sucedido pelo urbanista, em 1989. Em 1995, Lerner sucedeu o emedebista no Governo do Estado e, em 1998 ambos disputaram o Palácio Iguaçu, com Jaime Lerner conquistando a reeleição, passando o comando do estado a Requião quatro anos depois.

“Sinto profundamente a morte do Jaime e, ao mesmo tempo, tenho a certeza de que, na história do Paraná e de Curitiba, ninguém poderá desprezar a contribuição inteligente, fundamentalmente na criação do mobiliário urbano icônico que o Jaime teve. Eu e minha família estávamos torcendo pela sua recuperação. Vai com Deus, Jaime”, concluiu Requião.

21 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]