Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...

Parece que veio para ficar. E o frio em Curitiba continua o assunto. E até o episódio ocorrido em Salvador, onde um piloto norte-americano, irritado com o detector de metais, tirou a calça em sinal de protesto, levou muita gente a comentar: “Eu queria ver ele fazer isso aqui, no Afonso Pena. E pela manhã”.

Mas até ouvir histórias ficou meio difícil. Quem sai de casa com um tempo desses?

O que deu para ouvir

Num esforço de reportagem, professor Afronsius, Natureza Morta e Beronha foram a campo para catar comentários. No Bar VIP da Vila Piroquinha, garimparam alguma coisa:

– Levaram meu carro – reclama um freguês.

– Azar.

– Azar duplo. Dentro estava meu par de luvas, guarda-chuva e o casacão…

Em outro canto do boteco:

-E o pet?

– Pois é, tenho de levar café na cama para o animal, digo, o dog…

Na mesa dos fundos, alguém constata:

– Frio pior é em casa de pobre. Depois do sorteio do bife – o único bife – na hora do almoço, temos à noite o sorteio do cobertor.

E há quem jurasse ter visto dois pinguins descendo a ladeira. Praguejando contra o frio curitibano.

Para encerrar, uma boa notícia:

– Vai dar praia no meio da semana.

– Subornaram São Pedro?

– Praia? Onde? Em que canto do mundo?

Pano rápido. Ou – geada rápida.

ENQUANTO ISSO…

28 julho

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]