Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Em queda livre
| Foto:

Segundo a Rádio França Internacional, diante da iminente posse do novo presidente americano a comunidade brasileira nos Estados Unidos põe as barbas de molho: afinal, uma das promessas de Donald Trump foi a deportação em massa de imigrantes ilegais.

E ainda na página da Agência Brasil, uma matéria de Renata Martins ganha destaque:

Brasileiros pagavam até R$ 60 mil para quadrilha que intermediava ida ilegal aos Estados Unidos.

Os (modernos) piratas do Caribe

Três pessoas foram presas por participação em uma organização criminosa responsável por levar brasileiros ilegalmente para os Estados Unidos. Elas teriam intermediado a ida ao exterior de 12 de brasileiros que estão desaparecidos desde novembro do ano passado, na região das Bahamas. Com as prisões, a Polícia Federal busca obter mais informações sobre o paradeiro desses brasileiros. Outras duas pessoas ainda estão sendo procuradas.

A operação intitulada de Piratas do Caribe foi desencadeada pela Polícia Federal em Rondônia e teve desdobramentos em Santa Catarina e Minas Gerais. A Polícia Federal não informou o local das prisões, mas confirmou que pelo menos um dos acusados foi preso em Ji-Paraná, Rondônia. Além das prisões preventivas, a PF também cumpriu sete mandados de busca e apreensão nos três estados.

Pausa. E a pergunta: o que esperar de 2017?

Depois de passar os olhos pelo noticiário do dia, recheado de problemas, restou ao professor Afronsius recorrer à piada do sujeito que caiu de um edifício de 20 andares. Ao passar pelo 18º andar, comentou:

– Até aqui tudo bem…

ENQUANTO ISSO…

 

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]