i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?

Rolmops e Catchup

Ver perfil

Voando alto e voando baixo

  • PorFrancisco Camargo
  • 24/09/2016 21:55
Voando alto e voando baixo
| Foto:

Para tormento de torcedores como o Beronha, o bravo Sampaio Corrêa, do Maranhão, continua patinando na rabeira da tabela da Série B do Brasileirão. Até parece o Diógenes, aquele mesmo que vivia carregando a lanterna. Mas, caso sirva de consolo, existiu um Sampaio Corrêa de tremendo sucesso. O Sampaio II. Que deu nome ao clube.

Tudo por obra e graça de Euclides Pinto Martins, engenheiro mecânico cearense que entrou para a história da aviação mundial. Piloto, em 1922 ele iniciou o inédito voo de Nova Iorque ao Rio. Foram 4 meses, com muitos problemas e sucessivas escalas do hidroavião.

Uma viagem histórica

Pinto Martins (Camocim, 15 de abril de 1892 – Rio de Janeiro, 12 de abril de 1924), como detalha matéria de Melquíades Júnior, publicada no Diário do Nordeste, edição de 16 de abril de 2012, pilotava o hidroavião batizado Sampaio Corrêa II. O primeiro Sampaio Corrêa estava no fundo do mar. Após avarias devido a uma tempestade perto de Cuba, tinha ido pro beleléu. Foi preciso montar um segundo aparelho.

No dia 19 de dezembro de 1922, a amerissagem em Camocim. A viagem começou em novembro do mesmo ano e só foi concluída no Rio em fevereiro de 1923. A façanha em um hidroavião biplano foi patrocinada pelo jornal The New York World, que buscava com o raid, como se dizia na época, o pioneirismo de uma viagem entre as Américas do Norte e do Sul. Foram 5.678 quilômetros com cem horas de voo, interrompido pelos mais variados problemas. Climáticos e técnicos. O primeiro pouso em águas brasileiras tinha ocorrido no dia 17 de novembro de 1922, quando Martins e seu colega Walter Hilton pousaram na foz do Rio Cunani (Pará). Também houve o pouso no Maranhão.

Portanto, sucesso para o homônimo Sampaio Corrêa Futebol Clube..

ENQUANTO ISSO…

 

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.