Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Cidade da Saúde e do Saber recebe as  recomendações de cidades inteligentes
| Foto: Divulgação.

Uma “cidade” concebida desde o desenho urbano até a infraestrutura com o objetivo de desenvolver um novo modelo de atenção à saúde, que integra as melhores práticas de cuidado médico com a busca pela promoção do bem-estar. Essa é a Cidade da Saúde e do Saber, projeto inovador que vem sendo desenvolvido pela Santa Casa de Misericórdia de Passos (MG) para expandir suas instalações e o atendimento à população de 60 municípios (aproximadamente 850 mil pessoas). A primeira etapa reúne o maior conjunto brasileiro de soluções inteligentes voltadas à qualidade de vida e sustentabilidade, inovando em áreas como mobilidade, acessibilidade e infraestrutura. O projeto conta com a parceria do nosso time do iCities.

Com 140 mil metros quadrados às margens da MG-050, entre os dois principais trevos de acesso à Passos - município de 120 mil habitantes e pólo regional de agroindústria e de serviços, a Cidade da Saúde e do Saber reúne recursos tecnológicos, profissionais e humanos para oferecer assistência integral à saúde e ao bem-estar das pessoas. “Teremos ainda espaços para residência médica, pesquisa clínica e pós-graduação, a partir das parcerias que a Santa Casa mantém com universidades, cursos e instituições da região”, antecipa Daniel Porto Soares, superintendente geral da Santa Casa de Passos.

O complexo de saúde e pesquisa será também um laboratório para testar soluções e tecnologias que poderão servir de modelo para outras cidades, trabalho que está sendo conduzido pelo iCities para trazer consistência às ideias do projeto de forma profissional, por meio de um plano diagnóstico e um caderno de recomendações técnicas.

Todo o plano diagnóstico do projeto, bem como as recomendações técnicas para adoção das tecnologias de cidades inteligentes mais aderentes e efetivas para o empreendimento, são fruto de um intenso trabalho realizado pelo time do iCities, vislumbrando o desenvolvimento de dez áreas principais que têm impacto direto na qualidade de vida da população e desenvolvimento econômico da região, mitigando suas vulnerabilidades e provendo desenvolvimento sustentável. Todo o material foi estruturado e entregue através de cadernos específicos e reuniões técnicas de apresentação e esclarecimentos.

As recomendações são baseadas nas melhores soluções disponíveis no mercado balizadas pelas características e particularidades do empreendimento, em dez verticais:

  • Conectividade;
  • TIC, Gestão e Monitoramento;
  • Tecnologias para o cidadão (app);
  • Iluminação inteligente;
  • Micromobilidade;
  • Drenagem urbana;
  • Gestão de resíduos;
  • Energia limpas;
  • Ecossistema de inovação;
  • Urban Living Lab.

Dentre essas 10 verticais, destaca-se a grande transversalidade e potenciais sinergias, como por exemplo as questões de conectividade correlacionadas com a segurança das redes a serem constituídas (fibra ótica, wi-fi e via rádio para IoT), com as informações convergindo para um grande Centro Integrado de Inteligência e Controle Operacional, sendo viabilizadas através de uma lógica de possível apuração de receitas acessórias através de acessos qualificados ao wi-fi público. Tudo seguindo as melhores práticas de mercado e legislação vigente, já atualizada pela LGPD.

 Foto: divulgação.
Foto: divulgação.

Legado às gerações futuras

A Cidade da Saúde e do Saber vai abrir frentes para várias oportunidades, com uma área comercial, restaurantes, hotel e um conjunto residencial para moradia compartilhada e assistida. Conforme enfatiza o superintendente Daniel Porto Soares, “estamos executando um projeto de expansão, uma previsão de legado para as gerações futuras e de desenvolvimento social e econômico para a nossa região, que inclui o atendimento de até 60 municípios, dependendo da área de especialidade médica.”

Para o iCities, é gratificante poder contribuir tecnicamente com este projeto inovador e pioneiro ao abraçar e unificar tantas soluções de smart cities em uma única “Cidade”, voltada à saúde, ao conhecimento e à qualidade de vida de todos os envolvidos.

*Caio Castro é sócio-diretor e diretor de inovação e mercado do iCities – empresa de projetos e soluções para cidades inteligentes, que realiza desde 2018 o Smart City Expo Curitiba, edição brasileira do maior evento de smart cities do mundo, chancelado pela Fira Barcelona.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]