Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Planejar é preciso
| Foto:

Uma recente pesquisa realizada pela fabricante de software empresarial Asana aponta que trabalhadores do mundo todo estão dedicando mais da metade do seu dia a “coordenação do trabalho” e menos ao planejamento e/ou a estratégia das atividades.

O levantamento realizado com mais de 10,6 mil profissionais do chamado ‘trabalhadores do conhecimento’ como por exemplo analistas de dados, designers gráficos e afins, revela que o tempo gasto com estratégia ou planejamento caiu de 13% em 2019 para 9% no ano passado.

O que isso significa? Na prática podemos dizer que o tempo diário dedicado ao trabalho ficou mais complexo, pois temos de investir mais tempo em tarefas de gerenciamento do trabalho em vez de executá-lo dentro de uma estratégia pré-planejada.

A pandemia nos ajudou a chegar a esse cenário. Com o trabalho a distância, as reuniões se multiplicaram, pois havia necessidade de comunicar e orientar quem estava trabalhando longe e isso parece ainda ter ficado no ar nos últimos tempos.

A questão é que, lideranças de todos os níveis devem ficar atentos a esse cenário. O planejamento de ações anuais, mensais e diárias é de extrema importância para que projetos saiam das máquinas e ganhem vida. Pois somente desta forma se sairá de uma zona de fazer o básico ‘arroz com feijão’.

Orientar a equipe continuará sempre sendo uma prioridade, dentro de uma comunicação interna eficaz. Porém, pergunte-se: é necessário mesmo fazer reuniões a todo momento?

Esses são desafios no que podemos já dizer do pós-pandemia. Alinhar, planejar e executar pensando em resultados não saiu de moda. Será sempre essencial para profissionais que queiram crescer e se diferenciar no mercado. Pense nisto!

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]