i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?

Vosso Blog de Comida

Foto de perfil de Vosso Blog de Comida
Ver perfil

O “pão no bafo” nesta quarta no Quintana

  • PorJussara Voss
  • 16/02/2016 22:36
O “pão no bafo” nesta quarta no Quintana
| Foto:

O “pão no bafo” sai dos Campos Gerais e desembarca mais uma vez em Curitiba, acho que pela primeira vez em um restaurante. Vou contar a história do prato que ganhou fama novamente porque passou a ser modelo para o projeto Gastronomia Paraná e ainda não escrevi sobre ele aqui. Já repeti tanto que sempre começo com as desculpas para quem já ouviu, principalmente para a Rosane Radecki. Em 2014, convidada pela Paraná Turismo para uma aula no Festival do Litoral, a chef proprietária do restaurante Girassol, atendeu ao meu apelo de apresentar um prato diferente, que tivesse história e resgatasse costumes da região. Lembrou do preparo trazido pelos imigrantes russos no século 19, o “pão no bafo”. Estava aberto o caminho. Resumo: depois da apresentação no litoral, foi indicada para às feiras da cidade e ganhou cada vez mais espaço, passou pela aprovação do Alex Atala, foi transformado em prato típico de Palmeira e tombado como patrimônio imaterial do município, até chegar a Associação do Prato da Boa Lembrança. E queremos que fique mais famoso ainda, por isso o convite aqui para os leitores, nesta quarta-feira (16/3), Gabriela Carvalho, do restaurante Quintana, abre sua casa para provarem. Chefs daqui que integram a associação estarão lá também. Se perder a oportunidade, vale a ida até Palmeira, com a vantagem de ficar com o prato de cerâmica, além do passeio. O que nós do Gastronomia Paraná queremos é descobrir pratos como este em todo o Paraná. Outra proeza em relação ao pão no bafo foi aparecer no Mesa ao Vivo 2015 – evento da Prazeres da Mesa com instituições daqui. A Rosane o preparou ao lado do Renê Seifert Júnior e do Cláudio Oliver, os dois responsáveis por outras histórias relacionadas ao resgate de ingredientes e técnicas. O sabor é diferente quando no preparo entra a carne de porco nativo da região, criado solto na Casa da Videira, tocada pelo Cláudio, e com o pão de fermentação natural preparado pelo Renê. Veja o porco feliz nas fotos no dia da visita do Comitê Executivo do Gastronomia Paraná a Palmeira. Com esses ingredientes e o trabalho deles, conseguiremos incluí-lo também na programação do Mesa Tendências em 2016, o principal congresso de gastronomia do país realizado em São Paulo. Servir como sanduíche foi outra sugestão que a dupla Rosane e Rene já aprovaram – um pequeno pão no bafo recheado com carne de porco faz parte do cardápio do Bodega 1900, dos irmãos Alberto e Ferran Adrià, em Barcelona, provei-o também em São Francisco, na Califórnia, em um famoso restaurante chinês da cidade, é uma maneira de popularizar o prato e fazer com que mais pessoas possam conhecer. Vai perder a oportunidade? É hoje. O pão no bafo entra na quarta-feira das Américas do Quintana que já faz tempo incluiu as regionalidades no tema, ampliando nosso conhecimento e divulgando nossos sabores, é arte da dinâmica Gabriela Carvalho, que merece todo o nosso reconhecimento.

 

Olha o pessoal do Comitê Executivo do Gastronomia Paraná agradando um dos porcos do Cláudio Oliver

Olha o pessoal do Comitê Executivo do Gastronomia Paraná agradando um dos porcos do Cláudio Oliver, que aparece de bota na foto com Lênin Palhano do Nômade, Lúcio Chrestenzen do Senac e Renato Bedore do Vivah Gastronomia e Coletivo Alimentar

Serviço: Pão no Bafo do Girassol no Quintana Café e Restaurante. Quarta-feira, dia 17 de fevereiro, das 11h30 às 14h30. Mesa livre individual: R$ 39,90. Valor por quilo: R$ 69,90. Estacionamento conveniado ao lado por R$ 5 (período de 1h30). Informações e reservas: (41) 3078-6044. www.quintanacafe.com.br

Sobre a Associação da Boa Lembrança

A Associação da Boa Lembrança é um projeto nacional que oferece pratos tradicionais e de qualidade inspirados em suas regiões. Ao optar por um Prato da Boa Lembrança, os clientes levam para casa uma peça exclusiva em cerâmica feita a mão como lembrança da refeição – um selo de qualidade, cultura e sabores. Nesta data, especialmente, o Pão no Bafo será servido na Mesa Gastronômica, ao lado de outros 25 pratos oferecidos diariamente no Quintana. Estarão presentes também os restaurantes paranaenses participantes da Associação da Boa Lembrança Zea Maïs, Quintana Café e Restaurante, Cantina do Délio e Chalet Suisse.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.