Assinaturas Classificados
Seções
Anteriores
Publicidade

Bar do Celso

Quem faz o blog
Seções
Boas Histórias
Boemia
CervejaCast
Conheça
Cultura
Notícias
Onde encontrar cervejas especiais
Papo de Bar
Por onde ando
Enviado por Luís Celso Jr. - bardocelso@gmail.com, 30/10/14 5:32:13 PM

Olá, pessoal! Estou aqui para comunicar que o Bar do Celso se mudou. Ele está “atendendo” agora em novo endereço, com nova cara e nome. É o BarDoCelso.com, um híbrido entre blog e empresa de prestação de serviços em cerveja. Está tudo lá no endereço www.bardocelso.com. Confira!

bar-do-celso-com-novo-blog

Esse novo projeto é fruto de um longo tempo de experiência com jornalismo e cervejas, que teve início ainda em 2006 quando o blog foi criado. Em 2009 ele entrou aqui na Gazeta do Povo onde cresceu, ganhou coluna, CervejCast e participou de diversos projetos enquanto eu me especializava na bebida. Me formei sommelier de cervejas, fiz cursos de analise sensorial, me especializei como mestre em estilos de cerveja, passei a julgar concursos, fiquei em 3º lugar no 1º Campeonato Brasileiro de Sommelier de Cervejas e muito mais..

Hoje é dia de dar mais um passo em direção a um negócio próprio, que une minhas habilidades sob uma mesma e única marca.

O blog continua seu compromisso de prestar o melhor serviço de informação ao seu público. Não faria nada diferente disso. Mas agora também cresce, dando espaço também para serviços em comunicação especializada em cervejas para empresas e serviços de cerveja em geral, como montagem de cartas, eventos, palestras e cursos – minhas especialidades como sommelier. Você pode conferir a lista completa de serviços no novo blog.

São mais quase 8 anos de blog, 5 anos na Gazeta do Povo, onde aprendi muito, tanto como profissional – trabalhei na Redação por mais de 8 anos – quanto blogueiro. Agradeço a todos aqueles que passaram pelo meu caminho, que me ajudaram, que me apoiaram, por mais maluca que fosse a ideia. Não vou citar nomes para não correr o risco de esquecer alguém. Mas vocês sabem quem são. E vocês são demais!

Agradeço também à vocês, queridos leitores, pelos anos de parceria e leitura. Pelas horaa que gastaram lendo, assistindo, curtindo o conteúdo produzido com tanto carinho. E, claro, pela credibilidade e confiança que sempre me emprestaram. Se não fossem vocês, nada disso aconteceria.

Mas isso aqui não é uma despedida, não é o fim. É um novo começo. E espero poder continuar contando com vocês, agora em novo endereço e com nova proposta.

Por que a cerveja e a boemia não podem parar!

Até breve. E saúde!

Em tempo: a coluna Bar do Celso continua a ser publicada mensalmente na revista Bom Gourmet ;)

Enviado por Luís Celso Jr. - bardocelso@gmail.com, 19/08/14 11:32:28 AM

Cerveja Newcatle Brown AleA famosa cerveja britânica Newcastle Brown Ale voltou a ser importada para o país, dessa vez pela oficialmente Boxer do Brasil. O rótulo é um dos consagrados representantes da escola inglesa e alcança hoje mais de 40 países no mundo. O anúncio foi feito na semana passada em evento para jornalistas e blogueiros no Pub O’Malley’s em São Paulo. A importadora também é responsável pelas marcas Fuller’s e Greene King no país.

A versão da cerveja Newcastle Brown Ale que chega agora é em uma belíssima garrafa transparente, que ressalta a cor avermelhada da cerveja, uma Norten English Brown Ale que surgiu há quase 90 anos na cidade que lhe dá nome no nordeste da Inglaterra. Vencedora do International Brewery Awards em 1928, um ano após ser feita pela primeira vez, fez muito sucesso entre as décadas de 1930 e 1960 entre os trabalhadores ingleses da região, que se ocupavam principalmente das minas de carvão.

A partir daí, a fama da Newcastle Brown Ale só aumentou e se espalhou pelo mundo. A cerveja, que tem teor alcoólico de 4,7% e amargor de 26 IBU´s, é uma das líderes de vendas no Reino Unido e uma das primeiras a usar a garrafa transparente.

Com cor marrom avermelhada, com boa formação e persistência de espuma, possui sabor maltado, lembrando principalmente caramelo, toffee e açúcar queimado, com leves notas frutadas. Com baixa carbonatação, como é típico das inglesas, possui corpo leve e ótimo drinkability. Harmoniza bem com carnes vermelhas e frango, grelhados e assados. Ao molho, prefira carnes adocicadas, como cordeiro, e pode ir muito bem com feijoada.

Acompanhe o Bar do Celso nos sites de redes sociais

Instagram

Facebook

Google+

Twitter

Foursquare

YouTube

Enviado por Luís Celso Jr. - bardocelso@gmail.com, 15/08/14 1:21:21 PM

[Texto originalmente publicado na coluna Bar do Celso na revista Bom Gourmet, suplemento gastronômico do jornal Gazeta do Povo, na quinta-feira (14). A revista é publicado toda a segunda quinta-feira do mês. Não perca!]

Coluna Bar do CelsoAgosto bem que poderia ser o mês internacional da cerveja. Duas datas expressivas para os fãs da nossa querida bebida fermentada são nesse período. O International Beer Day, que é comemorado toda a primeira sexta-feira de agosto, aconteceu no dia 1º. Já o International IPA DAY foi no dia 7 – aqui no Brasil, o maior IPA DAY ocorre no dia 30 em Ribeirão Preto, no interior de São Paulo.

Não que outras datas cervejeiras sejam irrelevantes, mas essas em especial promovem a cerveja como uma bandeira, um símbolo, pela união das diversas culturas cervejeiras globais.E, porque não, pela união das pessoas além das fronteiras e marcas. Afinal, como diz o ditado, ninguém nunca fez amigos bebendo leite.

A data mais expressiva, o International Beer Day, aconteceu pela primeira vez em 2007. Foi organizada por um grupo de amigos em um bar em Santa Cruz, na Califórnia, Estados Unidos. Hoje a comemoração gera brindes em mais de 200 cidades de 50 países de seis continentes. Mesmo que as datas já tenham passado, porque não considerar o mês todo para essa confraternização universal?

Para os brindes, sugiro revisitar cervejas para lá de clássicas. Que tal provar novamente aquela Fuller’s London Pride, símbolo de Londres tanto quanto o Big Ben? Premium Bitter de sabor maltado, bem equilibrado com lúpulos herbais e terrosos ingleses, é representante fiel da escola britânica.

Se você prefere as alemãs, dou duas dicas. A primeira é a Weihenstephaner Hefe Weissbier, uma cerveja de trigo tradicional da cervejaria mais antiga ainda em funcionamento no mundo, datando de 1040. E para quem gosta de sabores mais intensos, a Paulaner Salvator, a primeira Doppelbock do mundo. Com 7,9% de teor alcoólico e sabores maltados, lembra castanhas e caramelo e é ideal para dias frios.

Para os fãs das belgas, nada como uma cerveja feita por monges da ordem dos Trapistas. A Chimay Blue Cap é talvez um das mais populares. Do estilo Dark Strong Ale, tem sabor frutado e maltado, lembrando frutas passas. Difícil é escolher uma americana, já que a escola cervejeira é tão popular quanto recente. Não poderia deixar de ser uma India Pale Ale lupuladamente cítrica. Indico a Green Flash West Coast IPA, um dos ícones das cervejas dos Estados Unidos.

E viva a cerveja!

Acompanhe o Bar do Celso nos sites de redes sociais

Instagram

Facebook

Google+

Twitter

Foursquare

YouTube

Enviado por Luís Celso Jr. - bardocelso@gmail.com, 14/08/14 8:30:07 PM

Maria Fumaça vira Maria Gelada em CampinasEm Campinas, a tradicional Maria Fumaça vai mudar de nome por um dia. No próximo sábado, 23 de agosto, ela será conhecida como Maria Gelada, por conta da realização do projeto Maria Gelada – Rancho e IPA Trem, que promove degustação de 11 rótulos de cervejas sobre os trilhos na cidade do interior de São Paulo. O passeio começa às 14 horas e o trajeto entre as estações Anhumas e Tanquinho dura duas horas e muitos copos da nossa querida bebida. Já na plataforma de embarque, os participantes serão recebidos com um belo churrasco à partir das 11h30 para começar bem a viagem, segundo a organização do evento.

Os patrocinadores dessa edição da Maria Gelada – Rancho e IPA Trem são as consagradas cervejarias Colorado (Ribeirão Preto), Invicta (Ribeirão Preto) e Landel (Campinas), além da loja de cervejas especiais Mr. Beer (Campinas) e a importadora Armazém do Nono.

Esta será a segunda edição do evento cervejeiro sobre trilhos na cidade. No primeiro, realizado em março, os ingressos se esgotaram em menos de 72 horas.

O preço é de R$ 193 e os ingressos devem ser retirados até dia 20 no Mr. Beer Campinas (Avenida Barão de Itapura, 2.935 – Taquaral). O pagamento pode ser feito via depósito bancário ou por cartão de crédito, através do pag-seguro. Para comprar, tirar dúvidas e obter mais informações, o telefone é (19) 99879-6183.

Serviço: Maria Gelada – Rancho e IPA Trem. Sábado, 23 de agosto, a partir das 11h30 (churrasco). Partida às 14 horas. Local: Partida da Estação Anhumas, em Campinas.

Acompanhe o Bar do Celso nos sites de redes sociais

Instagram

Facebook

Google+

Twitter

Foursquare

YouTube

Enviado por Luís Celso Jr. - bardocelso@gmail.com, 14/08/14 12:58:46 PM

No início desse ano, Bruno Lopes entrou em contato comigo por e-mail falando de um projeto que estava dando início: uma microsaboaria, a Confraria Beer Soap, que faz sabonetes de cerveja. Achei fantástico, mas com a correria não consegui publicar. De lá para cá, a ideia vingou e Bruno se consolidou no mercado. Chegou até a ser meu aluno no curso de Introdução ao Universo da Cerveja do Instituto da Cerveja.

Confraria Beer SoapAlém da ideia de ter sabonetes feitos de cerveja aqui no Brasil – existem alguns no exterior -, o bacana é a preocupação dele com a qualidade. Os tabletes são feitos artesanalmente, num processo de saponificação á frio, que produz de 10 a 13 unidades por lote – e cada produção demora aproximadamente 45 dias para ficar pronta.

Além disso, diferente de outros sabonetes industriais, que muitas vezes levem ingredientes de origem animal ou químicos, a produção da Confraria Beer Soap é feita com ingredientes 100% de origem vegetal. Isso dá mais rendimento em espuma, durabilidade e agrega as propriedades do ingredientes utilizados no produto. Segundo o Bruno, o sabonete mais comum produzido pela empresa leva cinco tipos de óleo (amêndoa, mamona, oliva, palma e babaçu) e dois tipos de manteiga (carité e cacau).

Confraria Beer SoapOnde entra a cerveja? Para que a base alcalina e a massa balanceada de óleos e manteigas se combinem perfeitamente é necessário um veículo. Aí entra o precioso líquido. Cada sabonete, no momento de sua preparação, leva de 30% à 40% de cerveja. Portanto, a cerveja é responsável pela interação entre os ingredientes, permitindo assim a transformação da mistura em sabonete, explica Bruno.

Por isso, os sabonetes não tem necessariamente aroma de cerveja. Normalmente, são adicionadas essências que lhe dão notas agradáveis, que mudam de sabonete para sabonete. Mas eles trazem propriedades benéficas da bebida para a pele, como os efeitos atibactericídios, antioxidantes e antisépticos do lúpulo. Isso faz deles perfeito para fazer a barba, por exemplo. Aliás, foi assim que a Confraria Beer Soap começou.

confraria-beer-soap-4“A ideia surgiu porque eu comecei a fazer a barba com navalha. Muitas informações e principalmente os produtos são importados. Vi que era possível fazer o próprio sabonete de barbear e, melhor, de cerveja”, diz Bruno. Ele contou também, em uma rápida entrevista que fiz, que até então não tinha um grande envolvimento com a bebida. Apenas gostava, sendo fã de cervejas fortes como IPAs, Stouts e as famosas Trapistas. Espero que o curso tenha ajudado ele a entender mais ;)

“Ao tentar fazer, descobri que era muito mais difícil do que eu imaginava. Gastei quatro meses e muito tempo de estudo, além de dinheiro, uma vez que parte importante do material é importado”, conta Bruno. Sobre a qualidade, ele diz que foi uma questão de opção pelo que faz mais sentido. Conta que já recebeu até críticas por não utilizar ingredientes mais baratos e sintéticos, mas que usando cerveja de boa qualidade, não poderia ser de outra forma que não a mais natural possível. “Eu queria fazer um sabonete não apenas de cerveja, mas de qualidade, aquele que eu gostaria de comprar se estivesse no mercado”, diz.

Confraria Beer SoapO resultado é possível ver no sucesso que os sabonetes da Confraria Beer Soap fazem. São hoje mais de 28 “rótulos” diferentes, como de Brooklyn IPA, Chimay Blue, Colorado Demoiselle, Delirium Tremens, Duvel, Erdinger Pikantus (especial para fazer a barba contém óleo de copaíba, de abacate e avelã além de argila branca), Guinness Draugth Stout, Weihenstephaner Hefe Weissbier e muitos outros.

Os produtos podem ser encontrados em estabelecimentos especializados em cervejas de São Paulo e no site da Confraria Beer Soap. O preço varia de R$ 18 a R$ 63 (kit com quatro sabonetes).

Acompanhe o Bar do Celso nos sites de redes sociais

Instagram

Facebook

Google+

Twitter

Foursquare

YouTube

Enviado por Luís Celso Jr. - bardocelso@gmail.com, 13/08/14 12:08:58 PM

International Beer Challenge 2014

O International Beer Challenge, uma das premiação de cervejas mais reconhecidas do mundo que acontece anualmente há 18 anos na Inglaterra, agraciou 23 cervejas brasileiras esse ano com suas medalhas. São produções de cinco diferentes cervejarias artesanais nacionais. A Brasil Kirin, hoje detentora das marcas Baden Baden e Eisenbahn, foi o grande destaque com 16 dos prêmios. A primeira, de Campos do Jordão (SP), teve sete medalhas enquanto a segunda, seis.

A Bierland, que assim como a Eisenbahn é de Blumenau (SC), faturou cinco medalhas. A premiação veio logo após a cerveja ter conquistado outras três medalhas no Global Craft Beer Award, em Berlim, na Alemanha. Em release divulgado à imprensa, a cervejaria comemora a totalização de 61 medalhas para as suas produções, sendo 13 para a Bierland Vienna, uma das premiadas também no International Beer Challenge.

A Dama Bier, de Piracicaba (SP), conquistou três medalhas. Dois dos rótulos são, inclusive, bem recentes – quase em fase de lançamento ainda. Dama Fellas Imperial Coffee é uma fantástica Imperial IPA com café produzida em parceria com as cervejarias Bodebrown (Curitiba – PR) e SüdBraü (Bento Gonçalves – RS) e os cervejeiros Chris Kirk e Tyler Joyce (Great Divide – EUA) e Greg Murer (Brasserrie Bastogne – Bélgica). Já a Dama 2014 American Lager é uma cerveja feita em produção limitada que leva em sua composição o famoso lúpulo Citra.

A Amazon Beer, de Belém (PA), trouxe para nossa terrinha duas medalhas do International Beer Challenge: pela Amazon Forest Pilsen e a Amazon Forest Bacuri, cerveja Lager feita com adição da fruta amazônica.

International Beer Challenge: confira a lista das brasileiras premiadas

- Gold – Ales – Bierland Belgian Blond Ale
- Gold – Lagers – Amazon Forest Pilsen
- Gold – Lagers – Eisenbahn Dunkel
- Silver – Ales – Baden Baden Red
- Silver – Lagers – Baden Baden Celebration Inverno
- Silver – Lagers – Bierland Vienna
- Silver – Lagers – Dama 2014
- Silver – Speciality Beers – Baden Baden Golden
- Silver – Speciality Beers – Dama Fellas
- Silver – Stouts and Porters – Baden Baden Stout
- Silver – Stouts and Porters – Dama Stout
- Silver – Wheat Beers – Eisenbahn Weizenbock
- Silver – Wheat Beers – Baden Baden Witbier
- Bronze – Ales – Bierland American Red Ale
- Bronze – Ales – Eisenbahn Kölsch
- Bronze – Ales – Eisenbahn Strong Golden Ale
- Bronze – Lagers – Baden Baden Bock
- Bronze – Lagers – Eisenbahn 5 Anos
- Bronze – Speciality Beers – Amazon Forest Bacuri
- Bronze – Speciality Beers – Baden Baden Chocolate
- Bronze – Stouts and Porters – Bierland Imperial Stout
- Bronze – Wheat Beers – Bierland Oceanica
- Bronze – Wheat Beers – Eisenbahn Weizenbier

A lista completa pode ser acessada no site do International Beer Challenge.

Acompanhe o Bar do Celso nos sites de redes sociais

Instagram

Facebook

Google+

Twitter

Foursquare

YouTube

Enviado por Luís Celso Jr. - bardocelso@gmail.com, 08/08/14 4:14:34 PM

A primeira edição do Degusta Beer & Food em novo formato, desvinculado da feira de cervejas Brasil Brau e com o conceito ampliado com a gastronomia, atraiu diversos fãs e profissionais das duas áreas ao Centro de Convenções Imigrantes, em São Paulo. Nos três dias de evento, de sexta (1º) a domingo (3), foi possível degustar mais de 300 rótulos de cerveja, segundo informações da organização do evento, além de conferir as 21 palestras, workshops e fóruns, apreciar boas comidas e se divertir. Abaixo, algumas novidades e fatos que destaco.

Conteúdo

Degusta Beer & Food teve conteúdo de primeiraSem dúvida, as palestras atraíram muita gente. O conteúdo esteve muito bom e trouxe nomes consagrados, como o chef brasileiro Alex Atala, responsável pela abertura do evento, e Tatiana Spogis, 3ª colocada no Campeonato Mundial de Sommelier de Cervejas. Houve também muita interação e debates, como o que tive o prazer de participar sobre os adjuntos na cerveja na sexta, mediado pela sommelière e mestre cervejeira Cilene Saorin, ao lado dos grandes jornalistas e blogueiros Raphael Rodrigues (All Beers), Heloisa Lupinacci (O Estado de São Paulo), Bia Marques (Revista Menu), Ailin Aleixo (Gastrolândia). Algo essencial para eventos que pretendem divulgar a cultura da cerveja e gastronomia.

Expositores

Feira do Degusta Beer & FoodEntre os cerca de 70 expositores houve um perfil bastante variado, incluindo desde pequenas cervejarias e importadoras até grandes players desse mercado. E a criatividade na montagem foi impressionante: houve stande conteiner, de dois andares, decorado com post-its, com clipping de imprensa, carros adesivados, a KombIPA e até em stande em formato de barril.

Tive o prazer de prestar serviço como sommelier de cervejas no stande da Brasil Kirin, apresentando para o público cervejas da Eisenbahn e Baden Baden, das quais sempre fui fã. Uma experiência e tanto, pois me deu a possibilidade de contato direto com o público. Fiquei surpreso com a quantidade de gente iniciante nesse universo que passou por lá, o que é ótimo para a cultura cervejeira em geral.

Cerveja de Pinhão

Degusta Beer & Food: Cerveja de PihnãoUma das novidades tem tudo a ver com o Paraná: uma cerveja feita com pinhão. A criação é da paranaense Insana, de Palmas, e visa homenagear o estado, que concentra a maior porção de araucárias do país. Trata-se de uma barley wine, doce e alcoólica (8,5%), feita como edição limitada de 15 mil garrafas. A cerveja deve ser sazonal, e retornar sempre no inverno, época de colheita.

A volta das italianas

Há algum tempo fora do mercado brasileiro, a italiana Baladin voltou, agora pela importadora Bier & Wein. Entre os diversos rótulos da cervejaria, chegaram no Brasil as versões: Isaac (Witbier – 330ml), Nazionale (Italian Ale – 330ml), Super Bitter (Amber Ale – 330ml), Open Rock’n'Roll (American Pale Ale – 330ml), Wayan (Saison – 750ml), Nora (Egyptian Special Ale – 750ml), Super (Amber Ale – 750ml) e Leön (Dark Ale – 750ml).

Além disso, a importadora está trazendo novidades inglesas. Além do chope Titanic Stout, versão da cerveja internacionalmente premiada de mesmo nome, chega também ao país a Theakston Distiller’s Cask, cerveja envelhecida em barris de Whisky Speyside (de carvalho francês). Devo falar mais profundamente delas em breve aqui no Bar do Celso.

Dieu du Ciel!

Não é somente uma expressão. As cervejas canadenses Dieu du Ciel! apareceram com destaque no Degusta Beer & Food, após serem oficialmente lançadas pela importadora Best Beers na semana anterior. Ainda vou publicar as minhas impressões mais detalhadas da degustação realizada, mas adianto que a cervejaria, que já tinha chamado atenção no Mondial de La Bière em novembro do ano passado no Rio de Janeiro, tem produtos fantásticos. Além disso, a boa nova é que agora passará a ser importada de forma contínua.

Degusta Beer & Food: BaladinOs rótulos que estão sendo importados nessa primeira leva são Rosée d’Hibiscus (Witiber com hibisco), Blanche Neige (Double Witiber), Route des Épices (Amber Ale com pimentas), Corne Du Diable (American IPA), Moralité (American IPA), Blanche du Paradis (Witiber), Aphrodisiaque (Stout com baunilha e cacau), Pénombre (Black IPA), Péché Mortel (Imperial Stout com café) e Péché Mortel Bourbon Oak Aged (Imperial Stout com café envelhecida em barris de carvalho americano que maturaram bourbon). Todas em garrafas com 341 ml.

Uma cerveja com dom

DOM Haus é uma cervejaria de Araquari (SC) que também esteve no Degusta Beer & Food. Por enquanto, trabalha apenas com chope na região, que compreende a cidade de Joinville também. Mas deve lançar suas garrafas em breve. Apresentou duas cervejas: DOM Casmurro, uma IPA com bom amargor, corpo médio alto e grande carga de maltes; e DOM Pedro, uma Munich Helles de caráter maltado e leves notas de lúpulo herbal e floral, típicos alemães. Vale a pena ficar de olho neles.

Segunda-feira negra

A Cervejaria Nacional, brewpub de São Paulo, também esteve no evento. Além das cervejas tradicionais da casa, quem teve sorte pode conferir um pouco do que estava por vir na segunda-feira (4) seguinte, quando foi lançada no bar a nova versão da Imperial Stout Saravá (produzida em parceria com a Cervejaria Burgman, de Sorocaba, e maturada em barris de carvalho americano que envelheceram bourbon).

Havia uma pequena porção da Imperial Stout Betume, que também foi lançada na segunda. Ela é o resultado do workshop de estilos feito em parceria com o cervejeiro Murilo Foltran, da DUM Cervejaria, de Curitiba, o Instituto da Cerveja e a Sinnatrah Cervejaria Escola. Além dessas duas pancadas, a “segunda-feira negra” da Nacional também teve DUM Petroleum para os corajosos.

Degusta Beer & Food: Dieu Du Ciel!

Outras novidades

Além de tudo isso, houve cervejas que não cheguei a degustar. Mas vale a nota aqui. A Cervejaria Premium Paulista, de Santo André (SP), lançou a Madalena American Wheat, uma cerveja de trigo mais ao estilo EUA (aromas mais neutros que as Weizenbiers alemãs, porém também leve e refrescante). A Therezópolis levou a sua Pepper Ale, feita com pimenta calabresa e páprica picante. E a libanesa 961 Beer anunciou que em breve estará disponível no mercado mais dois rótulos: Red Ale e Lebanese Pale Ale (uma English Pale Ale com ervas do Líbano).

Degusta Beer & Food

Acompanhe o Bar do Celso nos sites de redes sociais

Instagram

Facebook

Google+

Twitter

Foursquare

YouTube

 

 

Enviado por Luís Celso Jr. - bardocelso@gmail.com, 30/07/14 11:22:48 AM

A cervejaria Way Beer costuma realizar em sua fábrica, em Pinhais, na região metropolitana de Curitiba, o Saturday Way, evento que reúne gastronomia e as cervejas especiais da casa. Diversos chefs já foram convidados a mostrar seu trabalho nessas ocasiões, elaborando pratos que são vendidos em pequenas porções à preços especiais. Pois agora, o público paulistano também poderá prestigiar o evento. No dia 16 de agosto ocorre o 1º Saturday Way São Paulo, realizado no Butantan Food Park, na Zona Oeste da capital paulista, das 11 às 22 horas. A entrada é gratuita.

Cervejaria Way Beer leva Saturday Way para São Paulo

Butantan Food Park vai receber o Saturday Way, da Way Beer, no dia 16 de agosto (Foto: Luís Celso Jr./ Bar do Celso)

Durante o Saturday Way, o público terá a oportunidade de consumir diversos rótulos da cervejaria Way Beer, entre eles a American Pale Ale, a Irish Red Ale, a Cream Porter, a American IPA, a Amburana Lager e a Double American Pale Ale. A cervejaria vai aproveitar o evento para apresentar também duas de suas apostas para o segundo semestre: a Brett IPA e a EAT ME, que chegarão ao mercado nos próximos meses.

Cervejaria Way Beer leva Saturday Way para São Paulo

Opções gastronômicas do Butantan Food Park vão poder ser harmonizadas com cervejas da Way Beer (Foto: Luís Celso Jr./ Bar do Celso)

Completando a festa, o Butantan Food Park estará tomado por dezenas de trailers e barracas que irão fazer a alegria de quem busca comida de qualidade e variada, com opções para todos os gostos.

Cervejaria Way Beer em palestra

Para abrir a programação oficial do 1º Saturday Way São Paulo, no dia 15 de agosto, a partir das 19h30, o cervejeiro e sócio-proprietário da cervejaria Way Beer, Alessandro Oliveira, comandará a palestra “Desconstruindo as cervejas da Way Beer”, que será realizada no Instituto da Cerveja.

Durante a noite, serão abordados temas como Pontos chaves na produção de cerveja na panela com alta qualidade; Diferenças entre a produção de cerveja na panela e na fábrica; e Detalhes sobre as cervejas Way.

Os eventos são organizados pela Way Beer em parceria com a AcervA Paulista e o Instituto da Cerveja Brasil. As inscrições para a palestra estarão disponíveis em breve pelo site da Acerva Paulista no valor de R$ 60 para associados e R$ 90 para não sócios.

Serviço: 1º Saturday Way São Paulo. No dia 16 de agosto, sábado, das 11 às 20 horas no Butantan Food Park (Rua Augustino Cantu, 31 – Butantã – São Paulo). Mais informação pelos telefones (41) 3653-8853 (11) 3257-9595 ou no site www.waybeer.com.br.

Acompanhe o Bar do Celso nos sites de redes sociais

Instagram

Facebook

Google+

Twitter

Foursquare

YouTube

Enviado por Luís Celso Jr. - bardocelso@gmail.com, 29/07/14 2:32:22 PM

2º Festival de Cervejas Especiais de CascavelNeste sábado (2) acontece o 2º Festival de Cervejas Especiais de Cascavel, promovido pela Associação das Microcervejarias do Paraná (Procerva). O objetivo do evento é levar para o público também do interior do estado as opções de cervejas e chopes atualmente fabricados no Paraná. O encontro será realizado no Cascavel Country Clube (Rua Vicente Machado, 2055), das 14 às 20 horas.

2º Festival de Cervejas Especiais de CascavelEstarão à disposição do público mais de 40 estilos de cervejas especiais de 20 microcervejarias, seguno material de divulgação do evento. Já estão confirmados produtores como a Cervejaria Bodebrown, Providência, DUM Cervejaria, BierHoff, Insana, Ogre Beer, Araucária, Pagan, De Bora, Asgard e Gauden Bier. O número de vagas no Festival de Cervejas Especiais de Cascavel é limitado a 1 mil pessoas e os ingressos estão sendo vendidos a R$ 61 pela internet.

2º Festival de Cervejas Especiais de CascavelCada visitante vai ganhar uma caneca de vidro e R$ 30 em consumação ao entrar no Festival de Cervejas Especiais de Cascavel. O valor dos chopes deve variar entre R$ 4 a R$ 7 a dose de 200ml. O evento também deve contar com barracas de alimentação e música. Mais informações na página do festival e no evento no Facebook.

2º Festival de Cervejas Especiais de CascavelServiço: 2º Festival de Cervejas Especiais de Cascavel. Dia 2 de agosto de 2014, sábado, das 14 às 20 horas no Cascavel Country Club (Rua Vicente Machado, 2055).

Acompanhe o Bar do Celso nos sites de redes sociais

Instagram

Facebook

Google+

Twitter

Foursquare

YouTube

Enviado por Luís Celso Jr. - bardocelso@gmail.com, 25/07/14 2:38:56 PM

Para quem gosta de passear pelas cervejarias e bares cervejeiros, três rotas de passeios em São Paulo estão disponíveis e com inscrições abertas para logo! Sampa Beer Tour, Tour Cervejeiro e Beer Bus oferecem trajetos diferentes e garante diversão e boas cervejas. Confira:

Passeios em São Paulo: Sampa Beer Tour

Passeios em São Paulo: Sampa Beer TourUm sommelier de cervejas conduz o público no Sampa Beer Tour, passeio que teve início no ano passado e dá início à segunda edição neste sábado (26), das 12h30 às 17h30. Dessa vez, a Van paulistana vai passar por três brewpubs (Cervejaria Nacional, Karavelle e Les 3 Brasseurs), além do BrewDog Bar, todo na capital de São Paulo. O ponto de encontro do grupo é a estação de metrô Faria Lima (lado par) e o inclui translado para os bares. Quem for, tem direito à petiscos, cervejas além de muito conhecimento e informação sobre o universo de cervejas. O preço é R$ 180 por pessoa. Mais informações e inscrições pelo e-mail sampa@sampabeertour.com.br. Os passeios em São Paulo do Sampa Beer Tour ocorre todos os sábados. Veja mais na página oficial no Facebook.

Passeios em São Paulo: Tour Cervejeiro

Passeios em São Paulo: Tour CervejeiroQuem está no interior de São Paulo também tem opção. É o Tour Cervejeiro, que ocorrem em Ribeirão Preto também neste sábado. As visitas são guiadas pela sommelière de cervejas Bia Amorim e passam pelas cervejarias Colorado, Invicta, Lund e pelo bar Cervejarium. Além de chopes e almoço, o Tour Cervejeiro inclui diversos brindes, como passaporte cervejeiro e kit colecionador com rótulos e bolachas de chopes. E, claro, muita cultura cervejeira. Há opções também para quem é de outras cidades e deseja participar, com mais dias de passeio. O preço para o passeio de um dia, recomendado para é de Ribeirão Preto mesmo, é RR$ 240. Inscreva-se, consulte outros valores e opções, como outra datas, pelo e-mail ribeirao@tourcervejeiro.com.br. Há também uma página no Facebook.

Passeios em São Paulo: Beer Bus

Passeios em São Paulo: Tour CervejeiroPasseios em São Paulo podem unir capital e interior também no mesmo dia. Saindo em direção à região de Sorocaba, o Beer Bus também é ótima opção e ocorre no dia 16 de agosto (depois, mensalmente ou bimestralmente). O ponto de partida é o brewpub Cervejaria Nacional e o tour passa pela Cervejaria Bamberg, Hoffen e Happy Brew, voltando para a Cervejaria Nacional em seguida, onde os participantes podem curtir o happy hour. No pacote, também chopes e almoço. O passeio é conduzido pelo sommelier de cervejas Tegnus Lamas, responsável por colocar todo mundo à par da cultura cervejeira. As inscrições são feitas por meio de um site de ingressos. Mais informações no Facebook.

Acompanhe o Bar do Celso nos sites de redes sociais

Instagram

Facebook

Google+

Twitter

Foursquare

YouTube

Páginas12345... 57»
Este é um espaço público de debate de idéias. A Gazeta do Povo não se responsabiliza pelos artigos e comentários aqui colocados pelos autores e usuários do blog. O conteúdo das mensagens é de única e exclusiva responsabilidade de seus respectivos autores.
Publicidade
Publicidade
Publicidade
«

Onde e quando quiser

Tenha a Gazeta do Povo a sua disposição com o Plano Completo de assinatura.

Nele, você recebe o jornal em casa, tem acesso a todo conteúdo do site no computador, no smartphone e faz o download das edições da Gazeta no tablet.

SAIBA MAIS

Passaporte para o digital

Só o assinante Gazeta do Povo Digital tem acesso exclusivo ao conteúdo do site, sem nenhum custo adicional ou limite.

Navegue com seu celular ou baixe todas as edições no tablet - um novo jeito de ler jornal onde você estiver.

CLIQUE E FAÇA PARTE DESSE NOVO MUNDO

»
publicidade