Seu app Gazeta do Povo está desatualizado.

ATUALIZAR

Enkontra.com
PUBLICIDADE

SÉRIE b

Paraná anuncia saída do superintendente de futebol Hélcio Alisk

  • Daniel Zanella, especial para a Gazeta do Povo
Hélcio Alisk ao lado do presidente do Paraná, Leonardo Oliveira. Fim da passagem como dirigente do terceiro jogador que mais vestiu a camisa do clube. | Jonathan Campos/Gazeta do Povo
Hélcio Alisk ao lado do presidente do Paraná, Leonardo Oliveira. Fim da passagem como dirigente do terceiro jogador que mais vestiu a camisa do clube. Jonathan Campos/Gazeta do Povo
 
0 COMENTE! [0]
TOPO

Hélcio Alisk não é mais o superintendente de futebol do Paraná. A diretoria do clube, por meio de nota oficial no site, anunciou o desligamento do ex-volante na noite dessa sexta-feira (25). A tendência é que Rodrigo Pastana seja anunciado como o novo diretor técnico, com o ex-meia Tcheco atuando como gerente, o que ainda não foi confirmado oficialmente pelo clube.

Após quase meio ano à frente da função, Hélcio voltará a exercer a função de agente de atletas. “Esta era uma situação acordada anteriormente. Sempre destaquei a necessidade de o Paraná Clube profissionalizar seu departamento de futebol. Nestes pouco mais de cinco meses à frente do clube, fiz o possível para que ao menos fechássemos a temporada livres do descenso”, resumiu Hélcio na nota oficial.

Em outro trecho da nota, o ex-jogador enfatizou o caráter provisório de seu trabalho à frente do Tricolor. “Nunca tive a pretensão de ser um executivo e sempre deixei claro a necessidade de o Paraná buscar esse profissional no mercado. Estou saindo com o sentimento do dever cumprido”, garantiu.

“Desejo boa sorte àqueles que estão chegando, na certeza que o Paraná Clube tem uma camisa de muito peso e uma história que pode voltar a ser de grandes conquistas”, concluiu o terceiro jogador que mais vestiu a camisa do clube, com 326 jogos.

Já de olho em 2017, a diretoria paranista deve durante a semana anunciar Tcheco na segunda-feira (28) e também Rodrigo Pastana para o departamento de futebol. Pastana ajudou na montagem do elenco do Guarani, vice-campeão da Série C em 2016, e já teve passagens por clubes da Série A e da Série B. Tcheco, por sua vez, foi diretor técnico do Coritiba, em 2014.

Ainda não está definido se o interino Fernando Miguel ficará à frente da equipe para o início do ano que vem. “Ainda não fui procurado. Espero que a diretoria pense e aja da melhor forma. Acredito muito em trabalho e espero que a gente possa reerguer o clube e ter um melhor ano”, avaliou o interino após a derrota para o Tupi na última rodada da Série B.

o que você achou?

deixe sua opinião

PUBLICIDADE

mais lidas de Esportes

PUBLICIDADE