Blog / 

Rodrigo Constantino

Um blog de um liberal sem medo de polêmica ou da patrulha da esquerda “politicamente correta”.

Artigos

Vídeo no Facebook mostra tortura de deficiente enquanto agressores negros gritam contra brancos e Trump

blog

Você não saberia, se dependesse apenas da imprensa brasileira, que o motivo da agressão era racial, que os agressores eram negros batendo num deficiente enquanto gritavam contra todos os brancos. Ao menos não pelas chamadas. Teria que ler o corpo da notícia. Alguém acha mesmo que seria igual se fosse um agressor branco batendo numa vítima negra e gritando contra Obama? Vejam como nossa mídia resolveu dar a notícia:

No G1:

EUA detêm 4 pessoas por vídeo postado no Facebook com tortura a deficiente

Na gravação, a vítima aparece amarrada e amordaçada e é golpeada por vários indivíduos.

A polícia de Chicago (EUA) informou na quarta-feira (4) que deteve quatro pessoas por seu suposto envolvimento em um vídeo divulgado ao vivo pela rede social Facebook no qual uma pessoa com deficiência é torturada.

Na gravação, a vítima aparece amarrada e amordaçada e é golpeada por vários indivíduos, enquanto estes insultam o presidente eleito do país, o magnata Donald Trump, e a população branca.

Na VEJA:

EUA detêm 4 pessoas por vídeo de tortura postado no Facebook

O grupo pede ao jovem que insulte Trump e o obriga a beber água de um vaso sanitário, enquanto várias pessoas riem e fumam

A polícia de Chicago, nos Estados Unidos, informou na noite desta quarta-feira, que deteve quatro cidadãos por envolvimento em um vídeo divulgado ao vivo pela rede social Facebook no qual uma pessoa com deficiência é torturada. Na gravação, a vítima aparece amarrada e amordaçada e é golpeada por vários indivíduos, enquanto estes insultam o presidente eleito do país, o magnata Donald Trump, e a população branca.

No UOL:

EUA prendem 4 pessoas por vídeo postado no Facebook com tortura a deficiente

A polícia de Chicago, nos Estados Unidos, informou na noite de ontem, quarta-feira (4), que deteve quatro pessoas negras por seu suposto envolvimento em um vídeo divulgado ao vivo pela rede social Facebook no qual uma pessoa com deficiência é torturada.

Na gravação, a vítima aparece amarrada e amordaçada e é golpeada por vários indivíduos, enquanto estes insultam o presidente eleito do país, o magnata Donald Trump, e a população branca.

E no GLOBO, que foi a exceção e estampou o motivo da tortura na chamada:

Quatro são presos por torturar deficiente e ofender brancos nos EUA

Homens e mulheres também gritaram ofensas a Trump em transmissão pelo Facebook

Quatro pessoas foram presas em Chicago, nos EUA, após terem transmitido um vídeo com agressões a um homem com necessidades especiais no Facebook. Nas imagens, os agressores — dois homens e duas mulheres — também fazem declarações ofensivas a pessoas brancas e ao presidente eleito americano, Donald Trump. Autoridades locais descreveram o vídeo, que circulou amplamente nas redes sociais, como um possível crime de ódio repugnante.

Agora vejam a chamada na Fox News:

Facebook Live video shows disabled man tied up, beaten as captors yell ‘F— white people!’

Chicago police on Thursday were considering filing hate crime charges after a mentally disabled white man was bound, duct-taped and tortured by four African-Americans who yelled anti-Trump and racial slurs while broadcasting the heinous ordeal on Facebook Live.

E vejam na CNN, ou Clinton News Network, como é chamada por aqui por parecer mais uma extensão do departamento de marketing da esquerda e do Partido Democrata do que um veículo de notícias propriamente dito:

4 arrested in beating broadcast on Facebook Live

A young woman who broadcast the beating and racial taunting of a man on Facebook Live has been arrested with three others in connection with the gruesome attack, Chicago police said Wednesday.

The disturbing 30-minute video shows a man tied up and his mouth covered, cowering in the corner of a room. His attackers laugh and shout “f*ck Donald Trump” and “f*ck white people” as they kick and punch him.

Não esperem a revolta da esquerda, não aguardem a indignação dos “intelectuais” contra o ódio e a intolerância, pois quando são NEGROS espancando um deficiente BRANCO e gritando contra TRUMP, eles ou ficam calados ou tentam jogar a culpa para a própria direita, para os brancos, para Trump. São canalhas, cúmplices desses agressores.

O ódio vem claramente da esquerda, mas isso você jamais saberia se buscasse informação apenas na grande imprensa brasileira. Movimentos como o Black Lives Matter estão por trás desse recrudescimento do ódio racial por parte dos negros, mas isso é ocultado do público, que pensa que é a direita quem destila ódio por aqui. Chicago é a terra de Obama, aquele que foi eleito para acabar com o racismo…

Aproveito para perguntar: onde está a Fox News do Brasil?

Rodrigo Constantino

PUBLICIDADE

Sobre / 

Rodrigo Constantino

Economista pela PUC com MBA de Finanças pelo IBMEC, trabalhou por vários anos no mercado financeiro. É autor de vários livros, entre eles o best-seller “Esquerda Caviar” e a coletânea “Contra a maré vermelha”. Contribuiu para veículos como Veja.com, jornal O Globo e Gazeta do Povo. Preside o Conselho Deliberativo do Instituto Liberal.

Saiba Mais

Arquivos

informe seu email e receba nosso conteúdo gratuito