Seu app Gazeta do Povo está desatualizado.

ATUALIZAR

Enkontra.com
PUBLICIDADE

Acidente

Filho do prefeito de Itaperuçu morre em acidente de trânsito

Adnilson José Castro França foi encontrado próximo ao seu veículo, uma Blazer, na PR-092, em Almirante Tamandaré. Polícia Rodoviária suspeita que tenha ocorrido atropelamento

  • Thiago de Araújo
  • Atualizado em às
 
0 COMENTE! [0]
TOPO

Um acidente de trânsito na noite de domingo matou o empresário Adnilson José Castro França, filho do prefeito de Itaperuçu, José de Castro França (PMDB). O corpo de Adnilson, que também trabalhou como diretor financeiro do município na gestão do pai, foi encontrado a cerca de 200 metros do veículo que dirigia, uma Blazer, na PR-092, em Almirante Tamandaré, região metropolitana de Curitiba.

Segundo informações do sargento Flávio Luiz de Quadros, da Polícia Rodoviária Estadual (PRE), a suspeita é de que Adnilson tenha sido atropelado por outro veículo por volta das 22h20 de domingo, já que o corpo apresentava sinais de pneu na região do tórax. A perícia foi realizada e deve apontar as causas da morte.

"A Blazer estava de frente a um barranco, com um deslocamento do para-choque do lado esquerdo, mas acreditamos ser provável que a morte foi ocasionada por um atropelamento. Não dá para descartar também que ele tenha sofrido um mal súbito e acabou caindo na pista", comentou Quadros.

O corpo de Adnilson França foi levado para o Instituto Médico Legal de Curitiba. A reportagem procurou a assessoria da prefeitura de Itaperuçu para outras informações, mas os telefones estavam desligados.

Adnilson e pai viveram afastamento da prefeitura em 2007 e 2008

Durante a sua passagem pela prefeitura na gestão do pai, Adnilson José Castro França foi afastado em junho de 2007 junto com o pai, com a ex-diretora financeira, Cláudia Mara Pedroso Moraes França, e com e a servidora municipal Marla Janice Redel, todos acusados de fraude em licitações, formação de quadrilha e outros crimes cometidos. Esta não foi a única confusão com a Justiça vivida por Adnilson e o prefeito de Itaperuçu.

Em dezembro de 2008, um esquema de empréstimos consignados irregulares dentro da prefeitura levou 58 pessoas para a prisão, incluindo Adnilson. Na ocasião, o esquema foi desmantelado pelo Núcleo de Repressão a Crimes Econômicos (Nurce). O prejuízo junto ao Paraná Banco, que mantinha um convênio com a prefeitura, chegou a quase R$ 1 milhão.

o que você achou?

deixe sua opinião

PUBLICIDADE

mais lidas de Vida e Cidadania

PUBLICIDADE