Produtores  rurais  querem  o fim do atual governo e um basta à corrupção. | ROBERTO CUSTODIO/Jornal de Londrina
Produtores rurais querem o fim do atual governo e um basta à corrupção.| Foto: ROBERTO CUSTODIO/Jornal de Londrina

Federações e sindicatos rurais de todo o país estão mobilizando e convocando produtores e pecuaristas de seus estados para participar da votação do impeachment em Brasília no próximo domingo (17). No Paraná, pelo menos 30 ônibus devem sair na madrugada de sábado (16) e se deslocar até a capital federal. Segundo a Federação da Agricultura e Pecuária do Estado do Paraná (Faep), cerca de 1.400 produtores paranaenses já estão confirmados nas caravanas.

O Sindicato Rural de Ponta Grossa vai enviar dois ônibus com 74 pessoas. “Eu e mais algumas lideranças da Faep vamos à Brasília na sexta para fazer um corpo a corpo com os deputados que são contra o fim do atual governo. País desgovernado, onde a legislação não é cumprida. Não existe possibilidade de melhoria se não existe condições para isso. A ideia é fazer pressão”, afirma o presidente do Sindicato, Gustavo Ribas Netto.

Agricultores de Marechal Cândido Rondon também se organizaram para participar da mobilização em Brasília e sairão com 45 produtores rurais. “Estamos trabalhando para mobilizar os produtores e acompanhar o que vai acontecer no domingo. Os agricultores estão sentindo os efeitos da crise”, explica o presidente do Sindicato Rural, Valdemar Kaiser.

Outros estados também vão enviar milhares de produtores. De acordo com a Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), o grande destaque da participação dos manifestantes será o gigantesco trator inflável com 10 metros de altura, 35 metros de comprimento e 15 metros de largura, nas cores da bandeira do Brasil. O trator será fixado próximo ao Congresso Nacional a partir de sábado.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]